#23 – Parece mentira

18/04/2018 às 15:04. Tags: . Comente esta notícia!

Você sabia que para os serviços de emergência, o Dia da Mentira acontece todos os dias? Que o digam os bombeiros…

Um telefonema desesperado pedindo por ajuda e a ambulância dos bombeiros parte apressada, desafiando o trânsito caótico de Curitiba.

Sinalização luminosa, sirene, velocidade… por trás de cada ocorrência, um desafio logístico que envolve diversos profissionais. A cada atendimento, uma limitação imensa de recursos para levar ao cidadão o melhor do possível. Em todo deslocamento uma espécie de cronômetro perverso, no qual cada minuto pode significar o agravo de um ferimento ou até mesmo a morte de uma pessoa.

Quando a viatura chega ao endereço fornecido, a surpresa maior: nada de feridos, nada de atropelamento.

Mais um falso comunicado de acidente que mobilizou toda uma equipe de socorristas. Mais que isso, outro trote que deixou em espera outras ocorrências com feridos de verdade.

Diariamente, nosso Corpo de Bombeiros atende a cinco mil ligações telefônicas. Destas, apenas 200 representam ocorrências de verdade. O resto fica a cargo de trotes e telefonemas equivocados para a corporação.

Caro leitor, estamos falando em 2400 trotes por dia!

Crianças, pessoas com transtornos mentais e principalmente desocupados fazem de todos os dias o Dia da Mentira para os bombeiros, em um sinal claro de desrespeito pelo próximo e de desprezo pelas coisas públicas.

Os trotes aplicados por crianças congestionam as linhas, mas costumam ser identificados com certa facilidade. O problema mesmo está nos adultos, pois conseguem criar histórias convincentes de tragédias e acidentes.

Então, se você for um adulto de verdade, converse com seus filhos sobre o trabalho dos bombeiros e as graves implicações que um trote pode acarretar.

Já se você for um adulto adepto dos trotes, provavelmente não entendeu nada do que ouviu até aqui. Felizmente, os operadores de rádio dos bombeiros são experimentados na arte de identificar a maioria desses criminosos, que se escondem no anonimato do telefone e que só merecem mesmo a atenção é da polícia.

Pense nisso. Até a próxima, se cuida!

#23 – Parece mentira
Duração:
|
Tamanho: 2.31 MB