#54 – O Homem-bomba

24/10/2018 às 18:06. Comente esta notícia!

A ambulância dos bombeiros invade barulhenta e sem cerimônia um conhecido shopping da cidade. Na praça de alimentação sangue por todo lado. Forçando a fita de contenção, colocada às pressas pela polícia, uma pequena multidão se faz curiosa.

Sim, é sangue mesmo. Não é mertiolate.

Espalhadas pelo chão, três pessoas alvejadas após o desentendimento entre dois marmanjos. O motivo não poderia ser outro se não a mistura certa de mulher errada com chope. Trazidos para o hospital, apenas dois sobreviveram.

Se você acompanha os noticiários, já deve ter percebido que ataques terroristas viraram moda em todo o mundo. Mas o Brasil cultiva um tipo curioso de terrorismo. Aqui não se espalha o terror por motivos políticos, religiosos ou por disputas territoriais. Aqui não tem essa bobagem de homem-bomba. Nosso negócio é homem-burro mesmo.

Daqueles que frequentam armados locais públicos sem o menor equilíbrio psicológico, colocando todos em risco por motivos como futebol, brigas fúteis, dinheiro alheio, ciúmes de mulher e, claro, por bebedeira.

O acesso a armas de fogo nunca foi tão simples, tanto pelas vias legais quanto paralelas. Do mesmo modo, a obtenção do porte não chega a ser um desafio intelectual.

O que salva é que estamos no Brasil, não é?

Somos um povo afável, pacífico e gentil.

Contudo, e na dúvida, o melhor talvez seja se trancar em casa.

Pense nisso, até a próxima, se cuida.

* * *

#54 – O Homem-bomba
Duração:
|
Tamanho: 1.81 MB