Ao Vivo

“Xuxa terá que provar que a roubei”, desabafa Marlene Mattos

26/09/2018 às 08:54.

A empresária Marlene Mattos decidiu desabafar após ser acusada de roubo por Xuxa Meneghel. Em entrevista à revista Veja, Marlene, que ficou ao lado da Rainha dos Baixinhos por 20 anos, disse que a loira terá que provar que houve roubo e que o caso vai para a Justiça.

“Eu não pegava em dinheiro, eu assinava contratos e cheques e, às vezes, dependendo do valor, ela assinava junto”, disse Marlene Mattos. Segundo ela, nesta terça-feira (25/9), ela assinou procurações para os advogados entrarem com cinco processos contra Xuxa. “Agora é com a Justiça! Xuxa que prove que eu a roubei. Sempre fui discreta e vou continuar sendo. Não quero fazer desse momento um evento”, desabafou.

Marlene afirmou ainda que Xuxa sabia quanto ganhava que sempre gastou muito dinheiro. “O fato é que: o que ela queria, ela nunca deixou de ter. E isso custava dinheiro que sempre veio do trabalho, prospectado por mim e realizado por nós”, explicou.

Abusos
Xuxa afirmou na entrevista que se sentia “abusada”, mas Marlene rebatou o comentário. “Olha, se for no sentido disciplinar, eu até admito que, por vezes, fui exagerada. É que eu sempre quis que ela fosse a melhor de todas. Agora, se for em outro sentido, digo que sempre lembrava da minha avó que falava: “Onde se come o pão, não se come a carne”. E, para mim, o que minha avó dizia era lei!”, afirmou à Veja.

Além de falar sobre a entrevista, Marlene afirma que Xuxa “parece ter perdido a receita do sucesso”. “Essa que está recorrendo ao passado porque seu presente é incerto e não tem nada de coerente eu também não conheço… Logo, difícil saber as razões. A Xuxa que eu conheço ficou lá atrás… Mas você consegue vê-la ainda no YouTube! Está tudo lá!”, disse.

Segundo Marlene, o rompimento veio após construir toda a imagem de Rainha dos Baixinhos e perceber que “não havia mais alegria em realizarmos um bom trabalho”. “Fizemos muitas coisas juntas, nunca ninguém vai poder dizer que eu disse que fiz sozinha. Sempre disse que foi um ‘encontro marcado da fome com a vontade de comer’!”, afirmou.