Vídeo de brasileiro ofendendo americana em carro viraliza: ‘Diga oi, vagabunda’.

08/04/2019 às 14:34. Comente esta notícia!

 

Circula nas redes sociais um vídeo em que um estudante brasileiro, identificado como Lorenzo Avanzi Catto, de 19 anos, ofende uma americana com xingamentos em português que ela não compreende. Nas imagens, Lorenzo aparece dentro de um carro com a jovem e a descreve como “essa é a vadia que eu vou comer hoje”. Em seguida, diz “diga oi, vagabunda” e completa chamando a americana de “desgraça”. A jovem, que não entende o que foi dito pelo rapaz, o responde apenas com um “oi”, em inglês.

Lorenzo é natural de Vila Velha, no Espírito Santo, mas faz parte do time de futebol da Universidade da Carolina do Sul Upstate (USCUpstate), nos Estados Unidos, desde fevereiro de 2018. A página com o perfil do atleta nos site da instituição está fora do ar.

O jovem está nos EUA ao menos desde 2017, quando fez parte do time da Next Academy, empresa especializada em intercâmbio esportivo. Em nota, a empresa diz que “repudia a atitude de seu ex-aluno” e ressalta que no período em que ele esteve em treinamento com o grupo jamais tomou “conhecimento de qualquer atitude deste gênero por parte do atleta”.

O vídeo ganhou grande repercussão após ser compartilhado pelo youtuber Felipe Neto. Na postagem, ele pede que os brasileiros ajudem a denunciar o atleta. Desde então, internautas enviam mensagens para a universidade nas redes sociais, solicitando que sejam tomadas providências sobre o caso.

“É inaceitável que um homem aja desta forma e seja desrespeitoso com qualquer mulher. Que tipo de pessoa estuda nessa universidade? Por favor, olhe para esse caso e certifiquem-se de que este comportamento tenha consequências”, escreveu uma internauta na página da USCUpstate no Facebook.

“Um de seus alunos, Lorenzo Avanzi Catto, desrespeitou uma mulher americana, dizendo ofensas em português que ela não entende. Por favor, faça algo em relação a isso. É extremamente importante ser um exemplo e mostrar que as pessoas como ele serão responsabilizadas pelos seus atos”, escreveu uma brasileira marcando a universidade dos EUA no Twitter.

 

Assista o vídeo:

 

 

 

Fonte:  Extra