Vice-presidente do Barcelona nega interesse em retorno de Neymar

27/06/2019 às 11:10. Comente esta notícia!

O vice-presidente do Barcelona, Jordi Cardoner, afirmou nesta quinta-feira que o clube não tem interesse no retorno de Neymar, algo que vem sendo especulado pela imprensa espanhola nas últimas semanas. De acordo com o dirigente, a volta do atacante não está sendo discutida pela diretoria.

“O que está correto, até agora, é o que li, ouvi. O que parece certo é que Neymar quer voltar ao Barça”, disse Cardoner, em entrevista coletiva concedida no Camp Nou. “É provável que Neymar queira voltar ao Barça, mas nós, do conselho de diretores, não consideramos esta possibilidade. Essa questão não foi colocada na mesa.”

Cardoner enfatizou que o clube não se preocupa com o seu ex-atacante. “O fato do Barça estar preocupado em contratar Neymar é a parte que não posso concordar”, disse, ao rebater perguntas dos repórteres. “No momento, a única coisa que está acontecendo conosco, não só com Neymar, é que há muitos jogadores que querem jogar em uma grande equipe como o Barcelona.”

Cardoner, braço direito do presidente Josep Maria Bartomeu, afirmou que o clube no momento está focado somente na saída de jogadores, por conta de transferências e encerramento de contratos. Foi o que aconteceu com o goleiro Jasper Cillessen, negociado com o Valência na quarta – para o seu lugar, o clube contratou o brasileiro Neto.

“Não é o momento de falar em chegadas. Estamos em processo de saídas, neste período que se encerra no dia 30 deste mês. O que vai acontecer é uma série de saídas”, declarou, sem citar nomes ou negociações. “Temos que deixar claro que não estamos contratando ninguém no momento.”

As declarações do dirigente contrastam com as recentes manchetes dos jornais esportivos espanhóis. Nesta quinta, por exemplo, o Sport publicou em sua capa que Neymar e Barcelona já contam com um “acordo verbal” para encaminhar o seu retorno ao clube. O diário aponta até o possível tempo de contrato: cinco anos.

Neymar, segundo a imprensa espanhola, estaria tentando voltar ao Barça por estar insatisfeito com o Paris Saint-Germain. A relação entre o jogador e o clube francês estaria se deteriorando, segundo comprova as declarações recentes do presidente do PSG. “Ninguém obrigou Neymar a assinar com o PSG”, dissera o catariano Nasser Al Khelaifi, preocupado com as celebridades do seu elenco.

“Os jogadores terão que assumir as responsabilidades muito maiores do que antes na próxima temporada. Têm que ser completamente diferente. Terão que fazer mais, trabalhar mais. Não estão aqui para se divertirem”, reforçara o presidente do PSG.

Neymar deixou o Barcelona em 2017 ao forçar a sua saída, diante do interesse do clube francês. O PSG bancou a multa rescisória, então recorde, de 222 milhões de euros, para poder contar com o brasileiro, o que desagradou a diretoria do Barcelona, que não teve poder de negociação diante do pagamento da multa.

O brasileiro atuou no clube por quatro anos e conquistou os principais títulos espanhóis e internacionais, como a Liga dos Campeões de 2015, o Campeonato Espanhol e a Copa do Rei.

Via Noticias Ao Minuto