Ao Vivo

Vice-diretor tenta separar briga em porta de escola e é agredido, em Campina Grande do Sul

26/03/2019 às 15:41.

 

O vice-diretor do Colégio Estadual Ivan Ferreira do Amaral Filho, em Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, foi agredido nesta segunda-feira (26) na porta da escola ao tentar separar uma briga entre um aluno e um homem.

De acordo com a Polícia Militar (PM), Márcio Bobrow, de 45 anos, fraturou a clavícula e sofreu um corte na cabeça.

Estudantes contaram que a agressão aconteceu na saída dos alunos, quando um homem foi tirar satisfação com um estudante do 8º ano. O vice-diretor, ao saber o que estava acontecendo, foi tentar apartar a briga.

Durante a confusão, Bobrow afirmou que chamaria a polícia e acabou sendo agredido pelas costas pelo homem que estava na discussão. Segundo relatos dos estudantes, o homem segurou o vice-diretor e o jogou no chão.

O autor das agressões fugiu e não foi localizado.

O diretor-auxiliar, que está internado no Hospital da Cruz Vermelha, deve passar por uma cirurgia no ombro na tarde desta terça-feira (26).

Manifestação em apoio ao diretor

Alunos, funcionários, professores e pais se reuniram na manhã desta terça-feira (26) em frente à escola para fazer uma manifestação em apoio ao diretor agredido.

Os alunos se reuniram e colaram cartazes em apoio ao professor na fachada da escola.

“É a segurança dos nossos filhos, é a segurança dos nossos professores e dos nossos funcionários. Se aconteceu isso, quem garante que não pode acontecer algo ainda pior?”, afirmou a mãe de um aluno, Marilea Alves Correia.

Em nota, o Colégio Estadual Ivan Ferreira do Amaral Filho informou que a situação aconteceu “por fatores externos à escola” e que o diretor auxiliar tentou mediar a briga “sempre pensando no bem dos alunos”.

A escola pediu o apoio da comunidade para que o caso seja solucionado.

Alunos fizeram uma manifestação em apoio ao professor agredido — Foto: Reprodução/RPCAlunos fizeram uma manifestação em apoio ao professor agredido — Foto: Reprodução/RPC

Fonte: G1