Vereadores de Curitiba aprovam cobrança da taxa de lixo separada do IPTU

20/09/2017 às 12:09.
Resultado de imagem para coletar lixo

Foto: Reprodução

Os vereadores de Curitiba aprovaram, em primeira discussão, nesta segunda-feira (18), o projeto de lei que propõe que o pagamento da taxa de lixo seja desvinculado do valor do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU). A proposta faz parte do pacote de ajuste fiscal apresentado pelo prefeito de Curitiba, Rafael Greca (PMN).

Caso a proposta seja aprovada em definitivo pelos parlamentares e sancionada por Greca, os donos de imóveis isentos de IPTU passarão a pagar pela taxa de lixo.

O objetivo da mudança, de acordo com a administração municipal, é equilibrar as contas, diante de um déficit orçamentário de R$ 2,1 bilhões.

A previsão para este ano, sem a mudança, é de que a cidade arrecade R$ 136,4 milhões com a taxa de lixo, de acordo com a prefeitura. Já com a desvinculação, o valor estimado para o próximo ano passaria para R$ 220,5 milhões.

Se aprovado o projeto, segundo a Câmara, a taxa separada da coleta de lixo deve ser de R$ 275,40 para imóveis residenciais e R$ 471,60 aos imóveis não residenciais, mesmos valores aplicados atualmente, junto ao IPTU.

De acordo com a Câmara, o projeto recebeu 31 votos favoráveis e dois contrários. A segunda votação está prevista para esta terça-feira (19).

Fonte: G1