Veneno ricina é encontrado em cartas enviadas ao Pentágono

03/10/2018 às 10:27.

Duas correspondências que chegaram a um centro de distribuição do Pentágono, em Washington (EUA), deram positivo para o veneno de ricina. As informações foram repassadas nesta terça-feira (2/10) por autoridades de defesa. A substância é encontrada na mamona.

O local onde as cartas chegaram fica nas proximidades do Pentágono. Segundo ainda as autoridades locais, as correspondências foram endereçadas a um indivíduo. No entanto, não especificaram para quem.

O FBI está conduzindo a investigação, junto com a Agência de Proteção da Força do Pentágono. Os agentes devem realizar um segundo teste para confirmar a descoberta inicial. O Pentágono disse que divulgará uma declaração em breve.