Vaquinha online arrecada fundos para salvar a lanchonete que vende X-Montanha

02/06/2017 às 07:58.

Imóvel do estabelecimento foi vendido e será demolido. Arrecadação digital para a compra de um novo ponto tem meta de R$ 1,2 milhão

fachada lanchonete montesquieu em curitiba

Lanchonete Montesquieu vai desocupar o imóvel onde funciona desde 1977. Foto: Antônio More/Gazeta do Povo.

Na última terça-feira (30), o Bom Gourmet anunciou que após 40 anos de atividade a tradicional Lanchonete Montesquieu, conhecida pelo x-montanha, vai fechar as portas até o final de agosto, por conta da venda do imóvel atual. A notícia gerou comoção e tristeza entre os fãs e clientes do negócio, muitos deles estudantes, professores e servidores do antigo Cefet-PR e agora UTFPR.

Tamanha foi a repercussão que um deles, Eduardo Fernandez, ex-aluno do Cefet-PR, decidiu criar uma campanha para salvar a lanchonete. Na arrecadação online, por meio da plataforma Kikante, é possível doar qualquer quantia a partir de R$ 10. “Eu e um grupo de colegas de faculdade ficamos sabendo do fechamento por meio de uma matéria da Gazeta do Povo e isso gerou uma mobilização”, conta o criador do crowdfunding. “Porque é quase unanimidade pelos alunos que a lanchonete faz parte da história de quem estudou ali. Então a gente não queria deixar ela fechar simplesmente por uma questão de imóvel”.

A meta é chegar a R$ 1,2 milhão, valor que ajudará o proprietário do local, Álvaro Ota, a comprar um novo imóvel para a lanchonete. Até o fechamento desta reportagem, haviam sido arrecadados R$ 45. “Se cada um comprar um x-montanha ‘virtual’, que custa R$ 14,90, a gente consegue o valor da meta com 80 mil pessoas”, calcula Fernandez.

Os ex-alunos do Cefet que organizaram a campanha chegaram a fazer uma pesquisa em um site de venda de imóveis e encontraram um imóvel que acreditam ser ideal para a lanchonete. O ponto fica na esquina das avenidas Visconde de Guarapuava e Marechal Floriano Peixoto, a uma quadra de distância da universidade. “É um prédio antigo bem parecido com o atual. Tem todas as características para a lanchonete e está a venda por 1,2 milhão”, explica o criador da campanha. No entanto, ele ainda não entrou em contato com Álvaro Ota para informá-lo sobre a arrecadação e sobre o ponto.

Crowdfunding arrecada dinheiro para ajudar o proprietário da lanchonete a comprar um novo imóvel. Foto: Reprodução/Kikante

Crowdfunding arrecada dinheiro para ajudar o proprietário da lanchonete a comprar um novo imóvel. Foto: Reprodução/Kikante

A Lanchonete Montesquieu, que funciona em um histórico prédio de esquina no Rebouças, precisará ser realocada. “Semana passada fui informado de que o imóvel foi vendido para uma construtora que quer demolir o prédio. Tenho até 31 de agosto para desocupar”, afirmou Álvaro Ota. Ele aluga o ponto desde 1978, ano em que o pai dele, Hiroyuki Ota, mais conhecido como Seu Zé, comprou a lanchonete do antigo dono. O local abriu em 1977 e hoje é conhecido também como Pastel do Álvaro.

Após a morte de Hiroyuki em 2013, Álvaro toca o estabelecimento com as irmãs Geni e Emília. Ele pretende abrir a Montesquieu em outro local, mas até agora ainda não encontrou pontos disponíveis na região.

Cardápio

lanchonete montesqueieu x-montanha curitiba

Lanche X-Montanha, muito conhecido por estudantes, professores e servidores da UTFPR. Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

O sanduíche x-montanha é o maior responsável pela fama da lanchonete. Ele é recheado com maionese, alface, tomate, queijo e presunto, bolinho de carne e pastel, que pode ser de carne, queijo ou palmito.

Serviço

Rua Des. Westphalen, 918, Rebouças – (41) 3233-7065. Segunda a sexta das 12 às 21 horas.

Via: Gazeta Do Povo