Ao Vivo

Valesca Popozuda reclama dos homens e avisa: ‘Próximo relacionamento acho que vai ser com mulher’

2 de julho de 2024

Foto: Instagram

Por Gshow

Valesca Popozuda para maiores de 18. Os tempos de ir para o baile sem calcinha estão de volta na vida da funkeira. Ela fala abertamente sobre sexo no álbum “De Volta Para Gaiola: Amor De Verdade”, que estreia em todas as plataformas digitais na sexta-feira (5). Mas, como a cantora não é boba, no mesmo dia ela solta outro álbum, o ‘”De Volta Para Gaiola: Amor”, com versões light do novo repertório.

O gshow acompanhou a gravação dos clipes dos novos trabalhos e bateu um papo longo com Popozuda. Em seus novos álbuns, ela traz as músicas “Pagodin”, “12 horas (Melhor que pornô)” e “XXT na XXT” (sempre na versão apimentada e na versão leve). Os álbuns são quentes e a artista flerta com o pagode e o trap.

“Comecei a me questionar sobre todas as músicas que eu vinha lançando de uns anos pra cá e como era lá atrás. Na época da Gaiola, eu só gostava e lançava. O proibidão estourava e depois a gente corria atrás de fazer a versão leve pra tocar nas TVs, nas rádios e para as crianças também”, explica ela. A diferença agora é que, em seu novo projeto, esse material já foi antecipado.

Ela, que é co-autora das novas músicas, diz também que quer trabalhar sem tanta pressão e fazer como sempre fez: viralizar no boca a boca.

Saiba mais