Vai viajar? Veja as dicas para levar ou deixar seu pet em total segurança

03/12/2018 às 15:53. Comente esta notícia!

Dezembro foi o mês escolhido para o combate do abandono de animais e isso não foi à toa. De acordo com estimativas de organizações não-governamentais ligadas à causa animal, essa prática aumenta em até 70% nesse período de verão, férias escolares e viagens de fim de ano.

Mas há cada vez mais opções e alternativas viáveis, seja para levar o cão ou o gato junto na viagem ou para deixá-lo em segurança e com total confiança. O principal é evitar o abandono, que além de crueldade, é considerado crime ambiental.

As dicas a seguir são dos veterinários da Rede de Proteção Animal, da Prefeitura de Curitiba.

Animal de estimação fica

Essa é a principal opção da maior parte das famílias, principalmente por conta do deslocamento. Nesse caso, é possível contar com a solidariedade de vizinhos e amigos. “Muitas pessoas fazem esse revezamento e cuidam dos animais umas das outras em períodos de viagem”, conta a veterinária da Rede, Cláudia Terzian.

Se essa opção não for viável, uma vez que a maioria das pessoas viaja nessa época, ainda existem os tradicionais hotéis em que os animais ficam hospedados ou a possibilidade de contratar um serviço de cuidador de animais (pet sitter), que vai até a casa da pessoa para cuidados básicos de alimentação, entretenimento e passeio. “Eles mandam fotos para que o tutor possa acompanhar o trabalho e o estado do animal”, comenta Cláudia.

A tecnologia e a economia compartilhada também atua a favor do bem-estar animal. Aplicativos e serviços conectam quem precisa viajar e pessoas que amam animais e não se incomodam em hospedá-los, como acontece com os de transporte, com pagamento por cartão de crédito. A plataforma ainda oferece passeios para os cães.

Ou acompanha a família

Antes de colocar o bichinho no carro ou fazer os procedimentos necessários para o transporte aéreo, é bom ver se o local da estadia aceita animais. Já existem hotéis pet friendly e locatários que aceitam a hospedagem dos cães e gatos, mas a informação prévia é fundamental.