Pela primeira vez um feto foi operado dentro do útero materno

13/02/2019 às 11:47.

Bethan Simpson estava com 20 semanas de gravidez quando os médicos aconselharam que ela abortasse seu bebê. Segundo os exames, a criança nasceria com uma malformação congênita conhecida como Espinha bífida. A futura mamãe não estava disposta a desistir da gravidez e se tornou pioneira ao ter o feto operado ainda dentro do útero.

Natural de Essex, Bethan tinha 26 anos e muita determinação. Ao Daily Mail, a gestante conta que os médicos ofereceram que ela interrompesse a gravidez ou tentasse um novo procedimento, conhecido como cirurgia fetal. Ainda de acordo com o periódico, 80% das famílias decidem pelo aborto ao receber o diagnóstico de que o feto nascerá com essa condição.

Cerca de um mês depois de optar pela operação, a britânica estava pronta para encarar o bisturi. Acredita-se que ela seja a primeira grávida do Reino Unido a passar pelo procedimento. Durante a cirurgia, a medula espinhal do feto foi reposicionada ainda no útero.

A espinha bífida é uma falha no desenvolvimento da coluna vertebral e da medula espinhal que deixa uma lacuna na coluna. Na maioria das vezes, o bebê pode ser operado imediatamente após o nascimento. Entretanto, esperar até esse momento pode fazer com que a criança tenha seu sistema nervoso afetado, ocasionando paralisia parcial ou total dos membros inferiores, incontinência urinária e perda do tato.

Bethan passa bem e se recupera da cirurgia, assim como o feto, uma menina que deve nascer em abril deste ano. <3