Ao Vivo

Uber testa exibição de destino final da viagem para motoristas de Curitiba

26/09/2018 às 12:21.

A Uber começou neste mês de setembro testes de uma nova ferramenta para motoristas de Curitiba que pode impactar nas viagens dos passageiros que usam o serviço na cidade. Trata-se de uma atualização que permite que quem dirige veja o destino final do usuário antes mesmo do embarque. A mudança, de acordo com a empresa, tem o objetivo de aumentar a transparência ao fornecer mais informações. Porém, apesar de melhorar a segurança dos motoristas, a possibilidade gera uma preocupação entre os passageiros: que muitas corridas sejam canceladas por terem destinos como a Região Metropolitana de Curitiba (RMC) ou por serem muito curtas, por exemplo.

“Eu moro em Almirante Tamandaré e sei que muitos motoristas vão recusar viagem quando souberem que é para lá”, explica a usuária Ane Caroline Silva, que já ouviu reclamações de motoristas quando descobriram até onde estavam indo. De acordo com Ane, depois de chegar ao destino, quem dirige acaba desligando o aplicativo e voltando para Curitiba sem corridas, para evitar zonas perigosas da cidade da RMC. “Mesmo assim, acho que é uma medida de segurança importante”, diz.
Já os motoristas garantem que a implantação da novidade não terá impacto negativo aos usuários. “Outros aplicativos, como a 99, já usam esse sistema e ele tem funcionado para as duas partes”, avalia Arnaldo Milki, que trabalha com as duas plataformas desde janeiro deste ano. Além do local de destino, outras ferramentas de confiabilidade também dizem ao motorista se o passageiro é mal intencionado ou não — como a quantidade de estrelas do perfil ou a participação na categoria de usuário VIP.

De acordo com Milki, apesar dos testes já terem iniciado na cidade, ele ainda não recebeu a atualização com a ferramenta, portanto não consegue avaliá-la.

Conforme a Uber, a novidade é uma demanda antiga dos motoristas. Porém, ainda não se sabe se a versão atual será de fato adotada pelo aplicativo. Nos próximos meses, o sistema irá verificar como está o uso e possivelmente fazer adaptações. Em relação a um aumento no número de corridas canceladas, a própria Uber já conta com uma política que pune o motorista que rejeitar viagens demais. Assim, quem exagerar pode ser colocado offline automaticamente — ou seja, incapaz de aceitar novas corridas por um determinado período de tempo.

Por enquanto, a ferramenta de visualização de destino antecipada está disponível apenas para usuários do sistema Android. Ainda não há previsão de quando o sistema estará disponível para todos os motoristas. Além de Curitiba, a ferramenta está sendo testada em outras duas cidades da região Sul: Florianópolis e Porto Alegre.