Ao Vivo

Trigêmeos nascem com a mesma deformidade rara e passam por cirurgia no crânio

14/07/2017 às 12:29.

A craniossinostose acontece em um a cada 2.500 nascimentos, o que torna o caso dos trigêmeos extremamente raro.

Os trigêmeos de um casal de Nova York foram submetidos a uma cirurgia corretiva com apenas nove semanas de vida, depois de terem sido diagnosticados com craniossinostose. A condição, uma anomalia resultante da fusão prematura das suturas do crânio, acarreta em deformidades que podem comprometer o desenvolvimento cerebral e a visão.

A craniossinostose acontece em um de cada 2.500 nascimentos, o que significa que um diagnóstico como esse em trigêmeos é extremamente raro. Acredita-se que tenha sido a primeira vez que um procedimento cirúrgico como esse foi realizado em trigêmeos.

Jackson, Hunter e Kaden passaram por uma cirurgia endoscópica, que costuma durar de 90 a 180 minutos e requer apenas um dia para que os pacientes recebam alta. Jackson e Hunter, que são gêmeos idênticos, passaram por cirurgias iguais. Já o problema de Kaden era em outra região do crânio.

Durante a sua recuperação, os três garotos precisam usar capacetes 23 horas por dia. Os acessórios ajudam a moldar os seus crânios conforme o seu crescimento.

Segundo a Fox News, a cirurgia aconteceu há cerca de quatro meses e de acordo com os pais, Amy e Michael Howard, os garotinhos estão se desenvolvendo muito bem.

Via: Sempre Família