Ao Vivo

TORCEDOR DO CORITIBA É BALEADO EM FRENTE AO COUTO PEREIRA E MORRE

20/02/2017 às 07:44.

Um torcedor do Coritiba, de 17 anos, foi baleado numa confusão em frente ao Couto Pereira na tarde deste domingo (19). Ferido, o adolescente teria sido levado num carro, com a ajuda de uma viatura da Polícia Militar (PM), ao Hospital Cajuru, onde chegou a ser levado para cirurgia, mas não resistiu.

Conforme apurou a Tribuna do Paraná, a confusão aconteceu no momento da escolta dos torcedores do Coritiba, que seguiam para a Arena da Baixada, onde a partida seria realizada. No momento do acompanhamento dos torcedores, uma confusão aconteceu. Testemunhas disseram que um grupo teria provocado os policiais e arremessado alguma coisa contra uma das viaturas.

Foto: JASON SILVA/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDO

O tiro partiu da arma de um sargento do 12º Batalhão da Polícia Militar (BPM). As pessoas que estavam no Couto Pereira no momento da confusão disseram que o disparo pode ter sido acidental.

Um dos policiais, que é enfermeiro, teria ajudado no socorro. Há, ainda, uma terceira informação não confirmada pelas equipes, de que o ferido foi transportado na viatura da PM. À reportagem, a assessoria de imprensa da PM confirmou que o sargento baleou o rapaz e o que o fato é investigado como disparo acidental.

O policial, que se apresentou espontaneamente no 12ºBPM e já prestou depoimento, foi afastado das funções operacionais e administrativas por tempo indeterminado. Um Inquérito Policial Militar (IPM) foi aberto e deve apurar o que aconteceu.

Confusão no hospital

Segundo quem estava no Hospital Cajuru quando o ferido chegou, o tumulto no local foi grande. Além de torcedores do Coritiba, um grupo do Atlético também chegou.

‘Uma viatura entrou, logo atrás um carro escuro, sedã, parou e o rapaz saiu com muito sangue no peito. Ele foi levado lá pra dentro. Logo depois, chegaram mais viaturas, eram umas seis‘, contou uma mulher que acompanha o tio internado no hospital.

Estado grave

O ferido, conforme o hospital, chegou em estado gravíssimo. Sangrando muito, o jovem foi colocado numa maca e, da emergência, encaminhado direto ao Centro Cirúrgico. O rapaz morreu logo que começou a ser operado. Mais tarde, o garoto foi identificado e o hospital descobriu que ele era um adolescente.

Via: Tribuna do Paraná