Ao Vivo

“Todo mundo pensa que ficar em casa cuidando dos filhos é um trabalho fácil, mas na verdade é solitário e esmagador”, desabafa mãe

04/06/2020 às 08:46.

 

Foto compartilhada por Bridgette junto com o desabafo (Foto: Reprodução Facebook)

 

A estadunidense Bridgette Anne, de Winona, viralizou nas redes sociais depois de fazer um desabafo sobre a rotina de uma mãe que não trabalha. “Todo mundo acha que ficar em casa, sendo mãe em tempo integral é fácil. Que temos sorte de poder não trabalhar fora. Que somos preguiçosas. Que não é um trabalho “real” e por isso não temos do que reclamar. Mas na verdade é … solitário e esmagador”, escreveu em postagem no dia 30 de janeiro.

Bridgette é mãe de Riley, de 18 meses, e fica todos os dias em casa, cuidando da menina, enquanto o parceiro trabalha fora. “Você não pode fazer nada sozinho; não pode ir ao banheiro, desfrutar de uma xícara de café, ler, não pode nem tirar respingos de cocô da calça pela terceira vez no dia sem que alguém chore, grite, ou se agarre na sua perna. Você não tem intervalos, a menos que as crianças estejam dormindo; e usa esse tempo para fazer limpeza. Você luta para encontrar maneiras de entreter alguém literalmente 12 horas por dia, todos os dias. Você usa as mesmas roupas que cheiram a suor e lágrimas por dias seguidos, porque já estão manchadas e não adianta arruinar mais roupas. Você esquece o que significa ser um indivíduo; porque toda a sua existência agora gira em torno dessa criança”, escreveu.

Ela também comentou sobre a falta de empatia com mães que ficam em casa. “Você olha para as mães que trabalham e fica com inveja porque gostaria de ter uma desculpa para ter uma conversa adulta sem ser interrompida. Você se tranca no banheiro e grita com uma toalha na boca enquanto chora porque precisa de um segundo para respirar; enquanto uma criança bate na porta para entrar … Entenda, a maioria de nós nem tem o luxo de chorar e ficar frustrada em paz … e quando os desmanchamos, as pessoas questionam: ‘Por que você está chorando? Você fica em casa o dia todo’”.

Bridgette diz ainda que mudou sua visão sobre mães que não trabalham depois de se tornar uma delas. “Era uma daquelas pessoas que julgavam as mães que não trabalhavam. Mas eu entendo agora. As pessoas que disseram que estariam lá para ajudar praticamente desapareceram, e você fica com essa sensação avassaladora de fracasso. Minha casa não está limpa, não estou limpa, os pratos não estão lavados, já gritei hoje, chorei e me senti muito culpada por minha filha ter testemunhado isso. Mas estou sozinha e solitária. Converse com suas amigas mães que ficam em casa… Não estamos bem”, disse. Desde sua publicação, a postagem teve mais de 10 mil comentários e 70 mil compartilhamentos.

Via: Revista Crescer