Sorvete de leite materno: o melhor remédio para acalmar as dores quando os dentinhos do bebê estão nascendo

16/04/2019 às 10:34.

Toda a comunidade científica concorda em afirmar e promover a utilidade da amamentação para o desenvolvimento psicofísico das crianças.

Além disso, ao contrário do que é reivindicado por algumas fontes, essa prática também é saudável para a mãe.

Sabe-se também que toda criança tem que enfrentar desconforto durante o período de dentição: então aqui está a ideia de uma mãe para resolver o problema, explorando os benefícios do leite materno.

 A protagonista brilhante e criativa desta ideia original é Tasia Blackwell, que pensou em usar o leite materno para fazer um sorvete “100% orgânico” para aliviar a dor na gengiva de seu filho.

Toda criança entre 6 e 8 meses experimenta sensações desagradáveis, como dor nas gengivas, inchaço, salivação excessiva e vermelhidão.

Os remédios para acalmar o choro, irritabilidade e dificuldade em adormecer são geralmente massagens localizadas, gelo, remédios leves e brinquedos para morder ou chupar.

Por mais que tentemos dar algum alívio, é um processo natural e fisiológico que não pode ser evitado.

Assim, Tasia pensou em combinar as propriedades calmantes do frio com a capacidade nutricional do leite materno, um elemento saudável e absolutamente digerível.

Na prática, tudo o que precisa ser feito é armazenar o leite extraído em formas de sorvete devidamente lavadas e esterilizadas.

Aguarde que o conteúdo se solidifique e depois permita que o bebê coma, ele certamente irá apreciar o sabor e experimentar menos dor, graças ao frio aplicado diretamente.

A “receita” publicada nas redes sociais viralizou e recebeu muitas ações de outras mães. A ideia engenhosa de Tasia é a solução ideal de vários pontos de vista.

Primeiro, é totalmente segura, porque o principal ingrediente é o leite materno; em segundo lugar, evita-se outros remédios, como brinquedos artificiais ou remédios que também podem ter efeitos prejudiciais ou alergias.

Isso mostra que às vezes é preciso muito pouco para encontrar a cura mais eficaz, usando um pouco de imaginação e pensando como apenas uma mãe pode fazer.

Antes de dar o picolé ao bebê, você deve consultar sempre um pediatra. Ele lhe vai dizer qual é a altura indicada para o utilizar (normalmente é a partir dos 8 meses) e quais as medidas de higiene e de armazenamento que deve ter em atenção.

O que você deve saber

Quando congelado, o leite materno não sofre uma perda muito grande das suas propriedades. Mas é importante que não demore muito tempo a consumi-lo.

Lembre-se sempre da higienização e do armazenamento convenientes, pois são dois fatores fundamentais para que os seus filhos se alimentem com esse picolé. O leite materno deve ser sempre tratado com cuidado!

Como fazer

Higienização: Antes de retirar o leite, limpe os seios com uma gaze molhada em água morna ou fria, e lave muito bem as suas mãos com água e sabão. Também lave muito bem as bombas de extração e o recipiente onde irá armazenar o leite.

Armazenamento: Não utilize os primeiros jatos que saem da mama. Quando o leite da primeira mama acabar, guarde ele imediatamente no recipiente próprio e coloque no fundo da geladeira. Repita o processo com o outro seio.

Consumo: Deve sempre ser um adulto a dar o picolé à criança, evitando que ela se engasgue ou que o engula inteiro. Por essa razão não se deve fazer um picolé demasiado pequeno.

Não acrescente nem açúcares, nem adoçantes. O leite materno pode manter-se armazenado no congelador durante 15 dias e na geladeira durante 12 dias.

Fonte: olhaquevideo.com.br/gravidez.online
Imagens: Tasia Blackwell – Tatiane Queiroz

Via: Ultra Incrivel