Ao Vivo

Sono responde por 20% dos acidentes de trânsito

11/04/2017 às 07:49.

Dirigir com sono é responsável por 20% dos acidentes de trânsito, de acordo com uma pesquisa on-line realizada pela ABN (Academia Brasileira de Neurologia).

O estudo mostra que durante a madrugada e após o almoço são os momentos de maior incidência de acidentes. E dirigir com sono é mais comum do que muita gente possa imaginar. Do total de 495 entrevistados, 61% assumiram que já dirigiram logo após uma péssima noite de sono. Destes, 23% disseram que têm esse procedimento.

Foto: divulgação

A fotógrafa Lisandra Pizzolitto já passou por essa situação. “Muitas vezes tenho que trabalhar cerca de 17 horas seguidas e depois voltar para casa dirigindo. Aí preparo um salgadinho, um energético, ligo o som mais alto e abro os vidros para ajudar a afastar o sono”, relata. Mas não são todos que saem ilesos. O operador de áudio Kleisson Santos não teve a mesma sorte. “Quando me dei conta e abri os olhos, já estava à beira do barranco. Aí só deu tempo pra me proteger. Sorte que tive ferimentos leves”, explica.

A médica Maria Clara Carneiro também sofreu acidente. “Com frequência dirijo com sono após plantões. Um dia acabei batendo em um muro. Desde então, passei a ter mais cuidado”, comenta. E fugir do sono não é tão simples. Nem o velho café resolve. “Mesmo com medidas paliativas, como tomar café, o motorista está sujeito a micro sonos, de 4 a 5 segundos. Se estiver a 120 km/h, a chance de acidente é enorme”, explica Gilmar Fernandes do Prado, neurologista e presidente da Academia Brasileira de Neurologia.

O sono faz com que os pensamentos comecem a ficar vagos e desconexos e o foco piore, além da perda da concentração. Portanto, segundo especialista, a orientação é não pegar no volante nesses casos ou sempre viajar com alguém que possa revezar ao volante.

Via: Paraná Portal