Ao Vivo

Ser criado pelos avós aumenta em 30% risco de sobrepeso e obesidade, diz estudo

13/02/2020 às 09:20.

Ter os avós como principais cuidadores aumenta em 30% o risco de uma criança ter sobrepeso ou obesidade infantil, de acordo com novo estudo da Universidade de Washington. Segundo os pesquisadores, os avós podem influenciar a relação dos netos com a balança ao decidir quais alimentos oferecem, as atividades físicas que propõe e suas crenças em relação ao que é um estilo de vida saudável.

“A influência dos avós no crescimento e desenvolvimento de seus netos pode ser profunda”, disse em nota Ruopeng An, professor assistente da Universidade de Washington e autor do estudo. “Ao oferecer sabedoria, ensinar tradições, fornecer orientação e boas memórias, os avós geralmente deixam um legado que os netos vão valorizar para sempre e trará benefícios para toda a vida. No entanto, algumas consequências negativas nos cuidados dados pelos avós também podem estar presentes e não devem ser negligenciadas”.

No estudo, os pesquisadores analisaram dados de famílias de China, Japão, Reino Unido, e Estados Unidos. “Estar bem alimentado e ser rico são características valorizadas por muitos avós que enfrentaram fome e pobreza em sua juventude. A noção de ‘quanto maior, mais saudável’ ainda é relevante. Alguns avós podem perceber um excesso de peso na criança como sinal de saúde. Dessa forma, alguns pequenos são incentivados a comer refeições maiores com mais frequência. Além disso, alguns avós podem dar doces e frituras para as crianças, como demonstração de amor e bondade”, afirmou An.

Para o autor, estudos como esse podem fornecer informações para que avós e netos façam escolhas mais saudáveis: “O impacto dos avós na vida das crianças tem muitas camadas e é complexo. Através da pesquisa, esperamos fornecer apoio científico para que avós e netos possam aproveitar ao máximo o precioso relacionamento entre si”.

Via: Revista Crescer