Ao Vivo

Sementes misteriosas vindas da China oferecem risco ambiental, confirmam análises

22/03/2021 às 08:28.

Sementes chegaram pelo correio ao Brasil em 2020. Foto: Divulgação/Adapar

A análise em laboratório das sementes recebidas pelo correio no Paraná, em pacotes com origem principalmente asiática, mostrou que 47% delas continha plantas invasoras, de acordo com a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar). A informação é do Portal G1 Paraná.

RELEMBRE

No ano passado, o estado recebeu misteriosamente várias remessas de sementes desconhecidas, sem terem sido pedidas pelos destinatários. A situação chamou a atenção das autoridades sanitárias, pois a inclusão de novas espécies pode ter impacto importante na flora local e até mesmo na agricultura. Assim, um laboratório federal de Goiás, indicado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), analisou 92 amostras de três países orientais.

“Cerca de 47% eram plantas invasoras, bactérias, ácaros, não presentes no Brasil, que poderiam apresentar impacto para a agricultura”, explicou o gerente de sanidade vegetal da Adapar, Marcílio Martins Araújo, em entrevista ao G1 Paraná.

Análises preliminares já haviam identificado tipos de fungos nas amostras. As sementes foram inativadas. O estado ainda continua recebendo esse tipo de produto irregular, mas em menor quantidade, uma vez que a fiscalização está mais atenta após os primeiros casos terem sido notificados.

Caso receba um pacote desse tipo, a recomendação é nunca plantar e levar o item a conhecimento das autoridades.

Via: Tribuna Do Paraná