Sem negociação, greve dos ônibus entra no terceiro dia em Curitiba

17/03/2017 às 08:09.

Por enquanto, frota em circulação deve seguir mínimo estabelecido pela Justiça, de 50% para horários de pico e 40% nos demais períodos.

Negociações entre trabalhadores e empresas do transporte público não avançaram ainda | Jonathan Campos

Foto: Jonathan Campos

Só 29% dos ônibus estavam circulando por volta das 7h10 desta manhã, segundo a URBS.

O mínimo exigido pela Justiça para o horário das 5h às 9 horas é de 50%.

 Sem avançar nas negociações entre trabalhadores do transporte e empresas do setor, a greve dos ônibus entrou no terceiro dia em Curitiba. Por enquanto, a frota em circulação deve seguir o mínimo estabelecido pela Justiça, de 50% para horários de pico e 40% nos demais períodos.
Quem precisa pegar ônibus nesses dias de greve precisa de muita paciência. No terminal do Boqueirão, há menos passageiros do que o normal, mas os que passam por aqui precisam de paciência. Afinal, há bastante fila. “É um desrespeito”, diz o taxista João Nunes, de 44 anos. Ele esperava pelo táxi com o qual vai trabalhar hoje do lado de fora do terminal, depois de ter aguardado 40 minutos para embarcar em um ônibus da linha Circular Sul no terminal do Sítio Cercado. “Até veio um antes, mas não deu pra entrar. Agora é esperar pra ver até onde vai isso”.