Ao Vivo

Se você deixa seu celular no banheiro quando toma banho precisa PARAR com isso

27/07/2017 às 13:38.

Reprodução: Cunaplus / Shutterstock

Se você tem a mania de levar o celular para o banheiro sempre que vai tomar banho é melhor parar agora com isso agora.

O hábito pode danificar – e muito – o seu celular, mesmo se o aparelho estiver desligado.

De acordo com Leonardo Drummond, sócio da Kuba Áudio e editor do site especializado “Mind The Headphone”, a culpa é do excesso de umidade.

“Todos os aparelhos são feitos para resistir a ela, mas só até um determinado nível. Quando sai disso, ele pode ser prejudicado”, explica.

A umidade é provocada pelo vapor d’água que sai do banho, principalmente de banhos muito quentes, que liberam partículas de H2O no ar.

“Você pode até não molhar o celular, mas dependendo da temperatura da água, muito vapor pode ser liberado. E essa água que fica no ar pode estragar o celular”, conta Drummond.

O que pode acontecer com o celular?

(Reprodução: Wk1003mike / Shutterstock)

Essas partículas podem entrar no smartphone e provocar danos na bateria, na tela, na entrada do fone de ouvido, usb, problemas na câmera e muitos outros.

Isso porque os componentes podem ficar oxidados com o oxigênio liberado pelo vapor da água, o que impede o funcionamento do smartphone.

“No caso do celular, embora pareça bem fechadinho, ele não é”, diz Carlos Tadeu Lauand, especialista em energia elétrica da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP).

E se você está pensando que “ah, eu sempre faço isso e nunca aconteceu nada com o meu celular”, aqui vai uma má notícia: os danos não são imediatos. “Às vezes, os estragos só aparecerão daqui a um ano”, aponta ele.

Há como evitar?

Banheiros bem ventilados e banhos com água fria evitam o problema. “Levar uma vez ou outra também não é tão grave. Mas não adianta levar uma vez só e tomar aquele banho que deixa o banheiro parecendo uma sauna”, aconselha Carlos.

“Não é só o celular que pode ser danificado”, revela Lauand. “Qualquer aparelho eletrônico sofre no banheiro”.

Alguns problemas até podem ser consertados em assistências especializadas. Mas não vale a pena o risco, certo?

Fonte: Vix