Ao Vivo

Santuário Perpétuo Socorro em Curitiba reabre; Padre Celso tem melhora clínica

13/07/2020 às 08:21.

Foto: Albari Rosa / Gazeta do Povo / Arquivo

O Santuário Perpétuo Socorro, no Alto da Glória, foi reaberto neste sábado (11), depois de ficar sete dias fechado. Dois padres e dois seminaristas foram infectados pelo novo coronavírus, mas o espaço está aberto ao público até às 18 horas. A volta do espaço coincide com a melhora clínica do padre Celso Vieira da Cruz, que ainda segue na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas já respira sem aparelhos.

Para o santuário reabrir, foi realizada na sexta-feira (10) uma sanitização completa, incluindo limpeza no espaço litúrgico, bancos, sacristia, confessionários, salas, estúdio de som, microfones, banheiros internos e externos e também a desinfecção da lojinha e do velário. Uma empresa terceirizada foi contratada para realizar o serviço.

Com a liberação, algumas medidas precisaram ser adotadas. Os fiéis podem permanecer nos bancos, desde que respeitem o distanciamento de 1,5 metro de distância. O visitante também não pode tocar nas imagens de santos. “Estamos reabrindo para que as pessoas venham orar, mas sem tocar as imagens. Pode sentar nos bancos e os fiéis irão perceber algumas faixas de proibição”, comentou o frade redentorista William Adriano.

As missas presenciais no Santuário ainda não podem acontecer devido ao decreto municipal, que proíbe o funcionamento de espaços que possam ter aglomerações com mais de 50 pessoas. As missas estão ocorrendo via internet (confira os horários da celebrações no site da Perpétuo Socorro). Durante o período de pandemia, a secretaria paroquial segue atendendo em horário reduzido, de segunda à sexta-feira, das 09h às 16h. Intenções de missas podem ser solicitadas pelo whatsapp (41) 98784-2558 ou pelo telefone fixo (41) 3253-2031.

Padre Celso segue internado

O padre Celso Vieira da Cruz está reagindo bem ao tratamento médico e foi desentubado nesta sexta-feira (10). Na segunda-feira (6), ele foi encaminhado para a UTI) do Hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba, após apresentar sintomas do novo coronavírus. O padre respira com auxílio de máscara de oxigênio e está consciente. “Recebemos esta boa notícia e reforço que ainda é preciso muita oração. Ele está se recuperando bem”, relatou William Adriano.

Via: Tribuna Do Paraná