Sanepar vai gastar quase R$ 500 mil para oferecer café gourmet aos funcionários por dois anos

17/08/2017 às 13:05.

Foto: Google Imagens

Os funcionários da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) devem desfrutar nos próximos dias da primeira leva de café gourmet, que será servido por máquinas automáticas, contratadas pela estatal. Uma empresa venceu uma licitação para fornecer a bebida, que pode ser substituída também por chás e chocolate quente, de alta qualidade.

Pelas bebidas, a Sanepar vai gastar R$ 467.990,00. O valor é cerca da metade do teto que tinha sido estabelecido na licitação.

As bebidas, no entanto, não ficarão disponíveis para todos os funcionários. As máquinas devem ser instaladas apenas nas sedes das ruas João Gualberto, Engenheiros Rebouças e Francisco Nunes, em Curitiba. A licitação prevê que a empresa deverá fornecer, mensalmente, 29,7 mil doses de café curto, café longo, café com leite e chá. Durante dois anos, a empresa também deverá garantir outras 16,5 mil doses excedentes.

O contrato diz ainda que, além do café gourmet, as máquinas devem ser abastecidas com leite em pó integral e chocolate em pó, que não pode ser substituído por achocolatado. Para os chás, será possível escolher o sabor entre limão e pêssego.

Lazer e integração

 

Sanepar também deve gastar mais dinheiro para realizar eventos de integração entre os funcionários. Na licitação, a Sanepar diz que a empresa vencedora precisa realizar torneios de futebol, vôlei, peteca, bocha, malha, tranca, truco e sinuca. As duas empresas que venceram a licitação devem receber, juntas, R$ 937 mil.

Nos contratos, as empresas se comprometem não só a organizar os eventos, mas a fornecer todo o transporte aos funcionários, entre as cidades em que serão realizadas as competições.

O economista Daniel Pont, a Sanepar explica que quem deve pagar pelos gastos da Sanepar são os consumidores. “Ela cobra de forma unilateral a tarifa e fica incorporando essas despesas, que não são despesas correlatas à prestação dos serviços ou à melhoria da qualidade do serviço que é prestado ou do produto que é entregue para o consumidor”, diz.

Outro lado

 

Em nota, a Sanepar informou que os processos de contratação respeitaram a lei. Segundo a empresa, as máquinas de café e chá são mais econômicas e reduzem o desperdício. Ainda conforme a estatal, o gasto previsto para as bebidas será usado em dois anos de contrato.

Sobre os eventos, a companhia disse que eles fortalecem o vínculo e o compromisso dos funcionários, incentivam a prática esportiva, promovem a saúde e também arrecadam alimentos para comunidades carentes.

As empresas C&G Café, que venceu a licitação das máquinas, e a Ozzi Eventos não foram localizadas para comentar o caso. A Ferreira e Souza Eventos informou que foi contratada para um evento de integração dos funcionários e de cunho social.

Fonte: G1