Ao Vivo

Sanepar apela em campanha pra população economizar 20% de água pra evitar colapso

13/08/2020 às 08:04.

Represa Piraquara 1, que abastece Curitiba, sem água. Foto: Lineu Filho / Tribuna do Paraná

Se a população do Paraná não economizar água, ela vai faltar, principalmente em Curitiba e região metropolitana. O aviso é da Companhia de Saneamento do Estado (Sanepar), que a partir de sexta-feira (14) vai adotar um rodízio mais severo no fornecimento de água, com intervalo a cada 36 horas na capital e cidades vizinhas por causa da forte estiagem.

A Sanepar estabeleceu uma meta para que as pessoas economizem 20% do consumo em seus imóveis. Até uma campanha com o tema “Meta 20” foi lançada terça-feira (11), junto com o anúncio do novo rodízio. O objetivo é que as medidas de economia adotadas pela Sanepar atuem em conjunto com a colaboração da população.

Segundo o presidente da Sanepar, Claudio Stabile, esses 20% de economia de água por pessoa equivalem a 100 milímetros de chuva. “Com 100 milímetros de chuva ou de economia da população, ganhamos um mês de reservação”, explica.

O presidente destaca ainda que o engajamento da população é essencial para que os reservatórios não sequem. “A população pode economizar e fazer a sua parte. Com essa mudança de postura, adotando medidas de uso racional, cada cidadão vai nos ajudar a garantir a água nos reservatórios por mais tempo, mesmo sem chuvas”, disse Stabile.

Terça-feira, o nível médio dos reservatórios de Curitiba e região chegou a 28,85%, o pior nível da história da medição da Sanepar. O objetivo da campanha Meta 20 é alcançar a economia de 20% em um mês, com acompanhamento e análise de cenário a cada 15 dias.

Vai piorar se você não colaborar

Se não houver redução de consumo e não chover no período de avaliação, existe a possibilidade de ampliação do tempo sem água no rodízio, caso o índice dos reservatórios fique abaixo de 25%. Neste cenário crítico, a população poderá ficar 48 horas sem água e 24 horas com abastecimento.

O rodízio só será suspenso quando os níveis das barragens estiverem acima de 60% e as chuvas estiverem acima da média histórica. Segundo previsão meteorológica, este quadro só deverá ocorrer a partir de novembro. A atualização dos níveis das barragens já está disponibilizada pela Sanepar no site www.sanepar.com.br.

Caixas d’água

Para diminuir o impacto do novo rodízio entre a população mais vulnerável, a Sanepar iniciou hoje também a distribuição gratuita de caixas d´água de 500 litros para 2.800 famílias da área de rodízio da Região Metropolitana de Curitiba.

Serão atendidas famílias incluídas no programa de Tarifa Social, em áreas do rodízio e em localidades onde é mais demorada e mais difícil a recuperação do abastecimento (ponta de rede ou topografia acidentada). Cada família receberá um kit para a instalação e também a estrutura de suporte da caixa. As famílias são selecionadas em um processo técnico da Sanepar.

Via: Tribuna Do Paraná