Revitalização da orla de Matinhos e engorda da praia podem sair do papel em 2018

29/01/2018 às 08:18.
Obra deve custar R$ 300 milhões. Licitação pode sair ainda neste semestre, mas ainda não há previsão de início e término dos trabalhos.

Projeto prevê engorda da praia de Matinhos, além de diversas outras obras de proteção e combate à erosão marinha. Foto: Divulgação/AEN

Já tem quase três décadas que os moradores, comerciantes e veranistas de Matinhos, no litoral do Paraná, pedem a revitalização da orla e a engorda da praia. A discussão ficou ainda mais exaltada depois da grande ressaca que destruiu a região, há quase 10 anos. Se não for ferramenta eleitoreira – lembrando que haverá eleições em outubro – o projeto pode sair do papel este ano, já que o governador Beto Richa autorizou, nesta sexta-feira (26), o início dos procedimentos necessários para as obras, o que inclui também o combate à erosão marinha e intervenções na Avenida Juscelino Kubitschek. Os projetos estão estimados, juntos, em R$ 332 milhões

São dois projetos distintos. O primeiro é a revitalização da Avenida JK, obra com orçamento de R$ 32 milhões. O outro é a revitalização da orla, ao custo de R$ 300 milhões.

Durante o lançamento do projeto, Richa lembrou de outras obras de melhorias do litoral que autorizou recentemente, como a construção da ponte sobre a Baía de Guaratuba e do investimento de R$ 482 milhões em saneamento. Só o decorrer do ano mostrará se de fato é interesse em melhorar o litoral ou se já é campanha política, visto que os comentários de bastidores dão conta que ele pretende concorrer ao Senado este ano.

Desenvolvimento em toda a região

O secretário de Estado da Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, e o presidente do Instituto Águas Paraná, Iram de Rezende, ressaltaram que o projeto de revitalização de Matinhos terá repercussão em toda esta região. “Certamente vai contribuir para o desenvolvimento social e econômico do Litoral”, disse Richa Filho, enquanto Rezende ressaltou o caráter estruturante da iniciativa.

Obras têm extensão de três quilômetros

O trabalho para proteção da orla e recuperação da erosão marinha em Matinhos abrangerá cerca de três quilômetros, entre a avenida Augusto Blitskow e a rua Francisco Brener. O Instituto das Águas do Paraná já investiu em torno de R$ 1 milhão para a elaboração do projeto executivo.

A avenida JK será inteiramente revitalizada. O projeto prevê obras em 2,4 quilômetros, com dragagem e canalização do Rio do Drago, contornos, rotatória, ciclovias e calçadas, passagens elevadas e implantação de semáforo e de sinalização. A previsão do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) é lançar a licitação das obras da avenida ainda neste primeiro semestre.

Proteção da orla prevê reposição de areia

O projeto de revitalização da orla inclui várias ações. A engorda da praia consistirá na reposição de 1,7 milhão de metros cúbicos de areia, compondo uma nova camada que evitará a erosão na orla marítima. Serão implantadas duas estruturas com geotubos (sacos cheios de argamassa), revestidos por grandes pedras, que as protegem da variação das marés.

No prolongamento da Avenida Paraná está prevista colocação de barreira artificial para isolar as águas de chuva e proteger a areia reposta na praia. Já na Rua Francisco Brener, será implantada uma estrutura chamada de espigão ou headland, com a função de reter a areia na praia por mais tempo.

Também estão previstos serviços de macrodrenagem e microdrenagem em canais, que evitarão alagamentos em épocas de chuvas fortes e melhorarão a balneabilidade.

O planejamento é lançar a licitação até o segundo semestre de 2018. Até lá o projeto inicial, elaborado em 2013, será revisado e adequado para que a obra seja licitada. Uma das medidas necessárias é fazer nova aferição para mensurar a quantidade de areia para a engorda.

Via: Tribuna do Paraná