Ao Vivo

Reconstrução de parte da Ceasa de Curitiba destruída por incêndio deve levar meses

10 de junho de 2024

Foto: Gil Bermudes/RPC Curitiba

Por g1

A reconstrução de pavilhão da Central de Abastecimento (Ceasa) de Curitiba atingido por um incêndio de grandes proporções na noite de quinta-feira (6) deve levar meses. A expectativa do presidente das Centrais de Abastecimento do Paraná, Eder Bublitz, é que até o fim do ano a estrutura volte a funcionar normalmente.

Ele disse aguardar relatório de perícia feita no local para fazer a contratação emergencial do projeto e obras necessários. O objetivo é tudo ser concluído “no máximo até dezembro”.

As chamas queimaram toneladas de alimentos das vinte empresas afetadas pelo incêndio. 

Nesta sexta-feira (7), a Polícia Civil abriu uma investigação para apurar as causas do incêndio registrado em um dos oito pavilhões da Ceasa. A Coordenadoria de Segurança e Edificações de Imóveis da prefeitura vistoriou o local, interditou o pavilhão atingido e recomentou adaptações estruturais.

Leia mais