Ao Vivo

Projeto da ADVB/PR vai oferecer pacote de benefícios a empresas em dificuldade. Inscreva a sua!

16/07/2020 às 08:13.

Foto: Freepik

Muitas empresas estão sofrendo com crise econômica causada pela pandemia da covid-19. Pensando em ajudar profissionais liberais, micro e pequenas empresas que estejam passando por dificuldades, a ADVB/PR lança o projeto Corrente do Bem, um “vestibular” de empresas que podem ganhar uma série de benefícios e incentivos.

As empresas interessadas em participar devem sem inscrever até o dia 20 de julho pelo site da ADVB/PR. Os participantes serão avaliados por uma banca composta por diretores da ADVB, que farão uma análise criteriosa da situação e perfil das empresas. Os vencedores serão divulgados dia 22 de julho por meio de
suas redes sociais e website.

“As vencedoras, além de ganharem o auxílio, precisam dar sequência à Corrente
do Bem, proporcionando para a sociedade algum benefício para o bem comum”,
conta o presidente da ADVB/PR, Ney Braga Alves.

Um time de grandes empresas nas áreas de comunicação, marketing, publicidade
e vendas se uniu para proporcionar serviços gratuitos a esse grupo de
profissionais. Os 10 prêmios disponíveis para as empresas paranaenses são:

1) Mentoria para LinkedIn com a especialista Gabriela Paiva;
2) Consultoria de neurovendas e neuromarketing com o professor Fernando
di Chiara;
3) Pacote de inserções de mídia na rádio Jovem Pan FM;
4) Pacote de inserções de mídia na rádio Transamérica FM;
5) Consultoria para profissional de marketing relacionado a novos skills da
Slash Education;
6) Consultoria de gestão de crise para uma empresa com a Central Press;
7) Reposicionamento de marca com a Komm Design;

8) Mentoria de desenvolvimento profissional e gestão de equipes com a
especialista Elaine Munhoz;
9) Curso de análise do consumidor com a GioBP Consultoria de Marketing;
10) Mentoria de estratégia comercial visando atrair mais vendas com a Data
Censo.

O regulamento e todas as informações sobre as inscrições estão em: advbpr.com.br/correntedobem.

Via: Tribuna Do Paraná