Ao Vivo

Projeto amplia acessibilidade de pessoas surdas aos serviços da Prefeitura

13/08/2020 às 15:04.
Lançamento do Comunicação Tá na Mão. Curitiba, 12/08/2020. Foto: Pedro Ribas/SMCS

Lançado nesta quarta-feira (12/8), o Comunicação, Tá na Mão! é um projeto do Departamento dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Prefeitura para promover a comunicação em Libras (língua brasileira de sinais) entre a comunidade surda e servidores municipais de diferentes setores em Curitiba.

A Prefeitura encontrou uma forma de acessibilizar seus equipamentos identificando, dentro das estruturas já existentes, servidores que voluntariamente pudessem usar seu conhecimento em Libras para auxiliar pessoas surdas. Não só nos seus setores, mas em demais departamentos dos locais em que trabalham, os 60 selecionados pelo projeto serão referência como facilitadores da língua brasileira de sinais.

Facilitadores

Os 60 servidores receberam um kit de identificação, composto por crachás, adesivos e identificadores de mesa com o símbolo de Libras, para que a comunidade surda saiba que aquele local possui acessibilidade comunicacional.

A idealizadora do projeto e diretora do departamento, Denise Moraes, afirma que o Comunicação, Tá na Mão! é também uma forma de reconhecer esse diferencial nos servidores e ao mesmo tempo auxiliar as pessoas surdas nos mais variados serviços da Prefeitura.

Central de Libras

A Central de Libras do GDPD oferta aos surdos acompanhamento em consultas, entrevistas de emprego, audiências e demais situações onde seja necessária a interpretação, quebrando a barreira comunicacional para que a pessoa com deficiência auditiva tenha igualdade de oportunidade no acesso aos serviços oferecidos pela sociedade.

A Central oferece, em parceria com outros setores da Prefeitura, cursos de aperfeiçoamento e palestras sobre a pessoa surda e sobre Libras. Além disso, semanalmente, promove a “conversação em Libras”, uma atividade gratuita e aberta à comunidade em geral, onde quem não tem nenhum conhecimento pode aprender e quem já domina a língua pode se aperfeiçoar.

Atualmente, três intérpretes fazem o atendimento na Central de Libras, presencialmente (no prédio do GDPD, no Cristo Rei) por vídeo chamada ou e-mail.

Com o projeto Comunicação, tá na mão!, o trabalho da Central poderá ser multiplicado entre os diversos setores, como educação, cultura, saúde, habitação, serviço social, entre outros, oportunizando acessibilidade linguística nos equipamentos da prefeitura, desde a recepção, encaminhando a pessoa aos setores desejados e respondendo a demandas, até articular e promover eventos informativos que contemplem assuntos relativos à deficiência auditiva.

Presenças

Participam do lançamento do projeto, o secretário do Governo Municipal, Luiz Fernando Jamur, o vereador Pier Petruzziello, e a servidora da Saúde Eliane Gomes Vasques, representando seus 60 colegas que receberam o kit.

Via: Prefeitura De Curitiba