Professora faz ‘teste de generosidade’ com crianças em creche e emociona pais

07/12/2018 às 09:15. Comente esta notícia!
  Professora de Sorocaba cria projeto para alunos de creche — Foto: Karina Munhoz/Arquivo pessoal

Professora de Sorocaba cria projeto para alunos de creche — Foto: Karina Munhoz/Arquivo pessoal

Uma professora da rede pública de Sorocaba (SP) criou um projeto para ensinar os alunos, entre 2 e 3 anos, a lidarem com seus próprios sentimentos. O vídeo de uma das atividades finais do projeto, que promove um “teste de generosidade”, repercutiu nas redes sociais.

Nele, duas crianças são chamadas para ganhar uma surpresa que está dentro de um prato. Mas quando elas levantam as tampas, só há surpresa para uma – no caso, bolachas. Sem que a professora precise falar, a criança que foi premiada com as bolachas divide com o coleguinha que ficou sem nada.

A atividade faz parte do projeto “Tem Monstros na Barriga”, criado pela professora Karina Munhoz Paes para trabalhar com os alunos da creche Professora Adelaide Piva de Lima, que fica no bairro Ana Paula Eleutério, conhecido como Habiteto.

Em entrevista ao G1, a professora conta que, no primeiro semestre, montou um perfil da sala de aula e percebeu que os alunos mostravam agressividade e choravam bastante.

“Nessa fase, eles estão em uma idade de egocentrismo, de bater, chorar. Criei o projeto para que eles pudessem conviver e lidar com alguns sentimentos”, explica Karina.

O “teste de generosidade” foi feito para que as crianças se sentissem incentivadas a ajudar o outro.

“A reação de quase todos foi de dividir imediatamente a bolacha com o amiguinho”, comemora a professora.

O vídeo da atividade foi mostrado para os pais, que se emocionaram ao ver a generosidade espontânea dos filhos.

Para o projeto, Karina ainda confeccionou o “monstro da alegria”, um mascote feito de feltro. Toda semana uma criança levava o “monstro” para casa junto com um caderno, no qual a família anotava o que deixava a criança feliz.

“Cada sentimento representava um monstro. A atividade da comida foi para encerrarmos o projeto e ver o que eles tinham aprendido sobre os sentimentos.”

A professora contou ainda que ela e alguns amigos confeccionaram outro “monstro da alegria” para presentar as crianças no final da atividade.

“Foi surpreendente. Fiquei muito emocionada. A gente não espera que eles tenham essa iniciativa na idade que têm.”

Crianças aprenderam a conviver e lidar com sentimentos durante o projeto — Foto: Karina Munhoz/Arquivo pessoal

Crianças aprenderam a conviver e lidar com sentimentos durante o projeto — Foto: Karina Munhoz/Arquivo pessoal