Professora dá aula de educação sexual a crianças de 9 anos e é afastada

01/11/2018 às 09:27. Comente esta notícia!

Uma professora da Escola Municipal Aníbal Lopes da Silva, em Cascavel, foi afastada do cargo e passará por processo administrativo após expor nas redes sociais imagens dos alunos e da metodologia usada para ensinar educação sexual.

Foto: Reprodução/Facebook

Nas aulas, a professora afirma ter trabalhado conteúdos de reprodução humana, sexualidade e de prevenção a doenças sexualmente transmissíveis com alunos de nove e dez anos. O material, porém, era indicado para um público adolescente, entre 12 e 17 anos. De acordo com os pais, os alunos até teriam manuseado objetos que reproduzem genitais masculinos e femininos.

A professora defendeu a metodologia, dizendo que o projeto ajudou crianças que eram abusadas sexualmente em casa a pedir ajuda.
Repercussão

A abertura de processo administrativo para apurar a a conduta da professora foi determinada pelo prefeito Leonaldo Paranhos. A Secretaria Municipal de Educação e a coordenação pedagógica da escola também abriram processos contra a docente, que já está suspensa e será substituída na turma.

A secretária de Educação, Márcia Baldini, afirmou que o ocorrido “foi uma afronta às crianças” e que fará reunião com os pais para esclarecimento. “Vamos apurar devidamente todos os fatos, apontar as responsabilidades, documentar tudo isso e enviar ao Ministério Público”, disse Márcia. “Todas as providências e medidas cabíveis já estão sendo tomadas”, completou.

Já o prefeito Leonardo Paranhos se manifestou através de suas redes sociais:

Isso é uma violação, um comportamento inaceitável. Lamento essa situação, sou pai de uma menina de 11 anos e por isso entendo a indignação de todos os pais, peço desculpas e informo que já estou tomando as providências para que isso não se repita com as nossas crianças.