Ao Vivo

Produção do filme “Hebe” usa joias reais da apresentadora e omite para evitar roubos

12/03/2019 às 09:16.

Na última sexta-feira, 08.03, a icônica apresentadora Hebe Camargo completaria 90 anos. Neste mesmo dia, Glamour esteve na mansão da artista (onde, hoje, vive Claudio Pessutti, sobrinho de Hebe), em São Paulo, para a coletiva de imprensa do filme “Hebe – a Estrela do Brasil”, que tem Andréa Beltrão no papel principal e lançamento previsto para 15 de agosto deste ano.

Em bate-papo com a imprensa, a roteirista e produtora do longa Carolina Kotscho entregou que o filme utilizou não só os incríveis looks e sapatos de Hebe, mas também as joias valiosíssimas da apresentadora. Contudo, por segurança, parte da produção do filme mentia aos demais, dizendo que os brincos, colares, pulseiras e anéis eram réplicas dos originais da Hebe. “A gente não tinha seguro, já que nenhuma seguradora aceitou cobrir. Também não daria para gastar todo o orçamento com seguranças [risos], então as joias ficavam na minha casa. No dia da filmagem, as carregava em uma mochila bem pobre e entregava direto para o figurinista, que colocava imediatamente na sua pochete”, conta Carol. “Quando íamos filmar com as joias verdadeiras, brincávamos: ‘a Hebinha está aí, a Hebinha chegou’… Era como se fosse um código”, complementa. Joias da Vivara (patrocinador do longa) também foram usadas.

A decisão de usar o acervo da apresentadora, assim como fazer as cenas na própria casa de Hebe, foi do sobrinho Claudio Pessutti, um dos herdeiros da artista, que também trabalha na produção do filme. “Minha tia ficaria furiosa se não usassem as joias dela”, diz ele.

Claudio também falou sobre a dificuldade de reviver todas as lembranças da tia. “Foi difícil superar a morte dela aqui dentro desta casa, que está exatamente do jeito que ela deixou. Com a gravação do filme, pude ter um pouco dela de novo, me lembrar dos momentos que vivemos com alegria, satisfação… Foi um processo árduo, mas estou aqui, firme.”

Via: Revista Glamour