Primeiro caso de febre amarela é registrado em Curitiba

01/02/2018 às 07:54.
A prefeitura de Curitiba confirmou nesta quarta-feira (31) o primeiro caso de febre amarela. A doença, entretanto, não foi contraída na cidade. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), uma mulher de 36 anos contraiu o vírus quando viajou para Mairiporã, na região metropolitana de São Paulo e epicentro da doença no estado vizinho.

A mulher teria viajado para o estado de São Paulo visitar parentes no fim do ano. Ao voltar para Curitiba, no dia 30 de dezembro, passou mal. Como sabia que Mairiporã tinha um surto de febre amarela, procurou atendimento médico e no mesmo dia foi internada. Ela ficou no hospital até 8 de janeiro.

A SMS reforça que, como este caso foi importado, Curitiba e o Paraná não estão em área de risco, já que o vírus não está circulando por aqui. O Ministério da Saúde investiga quatro casos suspeitos de febre amarela e já descartou outros 14 no estado. Em Curitiba, além do registro desta mulher, não há nenhum outro caso de suspeita registrado.

Mesmo sem risco, a prefeitura mantém um calendário para quem quer ser vacinar contra a febre amarela. Como não tem circulação do vírus, Curitiba é considerada área sem recomendação de vacina. Entretanto, a busca pela imunização aumentou consideravelmente nos últimos dias por causa de pessoas que viajam para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, que enfrentam epidemia da doença.

Via: Tribuna do Paraná