Preso no assassinato do jogador Daniel é solto pela justiça

27/11/2018 às 08:22. Comente esta notícia!

Eduardo Purkote, de 18 anos, acusado de participar da morte do jogador Daniel, foi liberado pela justiça para sair da prisão nesta segunda-feira (26). Detido desde o dia 15 de novembro em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, Purkote foi beneficiado pelo pedido do Ministério Público, que afirma que os ‘verdadeiros criminosos’ tentaram implicar o rapaz no crime, com o objetivo de confundir as autoridades.

O MP classifica Purkote como uma ‘testemunha presencial’ e sua liberdade foi concedida pela juíza Luciani Regina de Paula, com base na falta de manifestação das autoridades policiais pela extensão de sua prisão e também na posição do MP, que não aponta problemas em sua soltura.

Purkote foi o último dos presos no caso. Ele foi detido no condomínio em que mora, em São José dos Pinhais, após testemunhas do caso afirmarem que foi ele quem arrombou a porta do quarto em que estavam Cristiana Brittes e Daniel, além de quebrar o celular e agredir do jogador.

Segundo Ricardo Dewes, advogado do rapaz, Purkote se mostrou aliviado e feliz com a decisão. “Era um absurdo ele estar preso falando a verdade”, declarou, já que a polícia implicou o jovem por lesão corporal grave e não por homicídio.