Prefeitura de Pinhais pede que Papai Noel não faça ‘promessas falsas’

24/10/2018 às 12:51. Comente esta notícia!

No edital de licitação para contratar uma empresa para prestar os serviços de Papai Noel no Bosque Municipal, a Prefeitura de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, apresentou o item “não fazer promessas falsas”, entre as exigências.

A empresa vencedora e o município fecharam contrato de R$ 21,7 mil para 21 dias de serviço. O valor equivalente a mais de R$ 1 mil por dia, para prestar, em média, quatro horas diárias de trabalho.

‘Características típicas’

Ainda no edital do pregão presencial número 111/2018, é exigido do funcionário terceirizado que apresente “características típicas” de um Papai Noel, como “carisma, simpatia, bom humor, empatia com as crianças, paciência para ouvir”.

A descrição do serviço inclui ouvir pedidos e “realizar aconselhamentos”.

No edital de licitação, Prefeitura de Pinhais exige que Papai Noel não faça 'promessas falsas' — Foto: Arquivo pessoal

No edital de licitação, Prefeitura de Pinhais exige que Papai Noel não faça ‘promessas falsas’ — Foto: Arquivo pessoal

Salário alto

O preço pago pelo município para o trabalho do Papai Noel gerou polêmica entre moradores, que consideram alto o valor. Em 2017, o contrato foi fechado com a mesma empresa que ganhou neste ano.

Para o mesmo serviço, no ano passado, a Prefeitura de Pinhais pagou R$ 19,3 mil, o equivalente a R$ 212 por hora.

O montante foi expressivamente maior do que em 2015 e 2016, quando o município dispensou a licitação e contratou pessoas físicas para o serviço. Sem pregão, os contratos caíram para R$ 7,9 mil em 2016 e R$ 5,9 mil em 2015.

Se comparados, os valores pagos ao Papai Noel em Pinhais aumentou 241%: de R$ 88 para R$ 212 por hora.

Conforme o edital, o funcionário contratado deve iniciar os atendimentos ao público no dia 22 de novembro.

O que diz a prefeitura

O município afirmou que mudou a modalidade da licitação e a forma de contratação do Papai Noel para atender a um aumento na demanda de público que visita o bosque.

A prefeitura afirmou que o orçamento municipal tem outras prioridades, mas ressaltou que a casa do Papai Noel ajuda a impulsionar o comércio da cidade, assim como outras atrações natalinas.