Ao Vivo

Prefeitura de Araucária reduz tarifa de ônibus

07/01/2021 às 10:00.

Foto: Aniele Nascimento/ Gazeta do Povo
Mesmo com o forte impacto econômico da pandemia da covid-19 no ano passado, a Prefeitura de Araucária, na região metropolitana, vai reduzir a tarifa de ônibus das linhas do sistema local. A passagem, que atualmente custa R$ 2,40, vai passar a valer R$ 2,20 a partir do dia 11 de janeiro.

Esta é a quarta redução consecutiva que a prefeitura anuncia desde 2018. O município ainda conseguiu implementar uma série de benefícios e gratuidades no transporte para públicos específicos, como gratuidade para todos os alunos da educação infantil ao ensino médio de instituições públicas. Os ônibus de Araucária também contam com internet e gratuidade aos domingos.

Por causa da pandemia, o transporte coletivo teve o mês de abril como o período mais crítico. Em janeiro e fevereiro, os pagantes contabilizaram aproximadamente 700 mil. Já em abril, o número de passageiros caiu para 335 mil.

Mesmo com a diminuição na arrecadação, a prefeitura estima que o subsídio pago para custear o sistema de transporte em 2020 deva chegar em R$ 33 milhões. Em 2019, o valor chegou a R$ 25 milhões. No entanto, o custeio já foi muito maior. Em 2014, por exemplo, a prefeitura chegou a desembolsar R$ 42 milhões dos cofres públicos para pagar as contas do sistema de transporte.

“É importante esclarecer que, mesmo com a queda na arrecadação [catraca], mantivemos a mesma configuração do sistema que transportou 1 milhão de passagens/mês para atender quando tivemos apenas 400 mil passagens”, explicou o secretário de Planejamento, Samuel Almeida da Silva.

Em janeiro de 2018, a tarifa foi reduzida pela Prefeitura de R$ 4,25 para R$ 2,90. Em abril de 2019, caiu de R$ 2,90 para R$ 2,65 e, em novembro de 2019, passou a ser de R$ 2,40. A nova redução da tarifa para R$ 2,20 ocorrerá também mantendo a integração gratuita com as linhas metropolitanas, a integração temporal entre linhas do Triar (‘ponto a ponto’), a tarifa domingueira (gratuita) e as várias isenções previstas em lei.

Segundo a prefeitura, a redução da tarifa estimulam os moradores a utilizar o transporte coletivo local, o que pode favorecer o comércio do município, por exemplo. Para os empresários, é um apoio importante já que reduz o custo com transporte dos empregados. Para as famílias, é uma oportunidade de facilitar o acesso a atividades de interesse.

Fonte Tribuna PR