Praça Osório vira polo gastronômico no Dia da Alimentação

17/10/2018 às 09:48. Comente esta notícia!

O Dia Mundial da Alimentação foi comemorado, nesta terça-feira (16/10), na Praça Osório. A ação faz parte da Semana Mundial da Alimentação, que tem programação até o próximo sábado (20/10).

Mesmo com o dia chuvoso, centenas de pessoas deram uma paradinha no evento, promovido pela Prefeitura e pelo Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Curitiba (Comsea), para conhecer os alimentos cultivados por agricultores de seis municípios da Grande Curitiba. Também foram apresentadas iniciativas pioneiras do município para garantir alimentação saudável e acessível, como os Armazéns da Família, as hortas urbanas, as feiras livres e orgânicas, os sacolões e os restaurantes populares. “Não conhecia muitas dessas dicas de aproveitamento total de um alimento”, afirmou a dona de casa Josiane Regina Cardoso, 38 anos que, acompanhada do filho Vitor Gabriel, 7 anos, ouviu as orientações dadas pelas nutricionais da Prefeitura.

Quem buscou informações sobre como cultivar os alimentos em casa também recebeu orientações. “No nosso quintal, no Abranches, começamos a plantar temperos e algumas folhas. Para nós é muito importante saber o que plantar, a forma certa de cultivar e os cuidados no dia a dia”, contou a escritora Iolanda Motta, 72 anos, que foi ao evento acompanhada da irmã, Eva Prestes Motta, 75 anos. Elas também aproveitaram para aprender como montar um minhocário, sistema de compostagem caseira. “Vamos tentar fazer lá em casa”, garantiu Eva.

Grande Curitiba

Uma inusitada feira de hortifrutigranjeiros frescos e processados de agricultores familiares da Grande Curitiba também chamou a atenção das pessoas que passavam pela Osório. A advogada e professora Ana Francisca Leite de Paula e Silva, 64 anos, ficou encantada com as geleias de frutas artesanais da agricultora Édina Monczak da Nova, produzidas na Colônia Marcelino, em São José dos Pinhais. “Eu não conhecia o produto. É muito importante esta iniciativa da Prefeitura”, afirmou Ana Francisca, que levou para casa potes de geleias de morango e laranja.

A feira dos produtores da Região Metropolitana ficará na Praça Osório até o sábado (20/10). Os horários são das 9h às 20h (de terça a sexta) e das 9h às 16h (sábado). São nove cooperativas participantes, que representam 1.024 produtores de São José dos Pinhais, Agudos do Sul, Piraquara, Cerro Azul, Araucária e Rio Branco do Sul.

De acordo com o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento (Smab), Luiz Gusi, o evento na Osório e a programação da semana visam orientar a população da importância do ciclo do alimento. “Precisamos rever não apenas como nós compramos e consumimos os alimentos, mas também como destinamos os resíduos”, alertou. Ele reforçou ainda que os estabelecimentos e programas da Smab (restaurantes populares, armazéns, sacolões, feiras, mercados e unidade de agricultura urbana) estão empenhados em disseminar as práticas de segurança alimentar, como a valorização do alimento in natura, consumo consciente e destinação correta de resíduos.

Durante a ação na Osório, houve ainda orientações sobre consumo consciente, cuidados com a água, separação do lixo, reciclagem e prevenção de doenças através do programa Escute o Seu Coração. As secretarias municipais da Saúde e do Meio Ambiente são parceiras da ação. Já o Sesc ofereceu exames de glicemia e verificação da pressão arterial.