Praça do Japão vai receber estátua de 15 metros após ser ‘fatiada’ pra receber ligeirão

22/02/2018 às 14:12.

Vista aérea da Praça do Japão, que vai passar por transformações para receber ligeirão. Foto: Divulgação/SMCS

A “orelha” da Praça do Japão, que até o final de março vai receber um retorno para os ônibus do novo ligeirão Norte-Sul, previsto para começar a circular ainda no primeiro semestre deste ano, vai virar Largo Tomie Ohtake, com estátua de 15 metros de autoria da artista plástica japonesa radicada no Brasil. Depois, quando a sequência das obras for finalizada, o largo será reincorporado à praça.

A novidade foi anunciada nesta terça-feira (20) pelo prefeito Rafael Greca (PMN) em sua conta oficial do Instagram, depois de uma reunião com o arquiteto e designer Ricardo Ohtake, que preside o Instituto Tomie Ohtake e que é filho da artista. O instituto confirma as informações.

A estimativa é de que o largo, junto com as obras da primeira fase da instalação do ligeirão, ficará pronto até o aniversário de Curitiba, comemorado no dia 29 de março. Ainda não se sabe qual será a escultura a ocupar o local nem o valor do projeto. A definição sobre qual obra irá compor o largo será do Instituto Tomie Ohtake.

De acordo com a assessoria de imprensa do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), o custo final do largo dependerá justamente do tipo da escultura, pois base, iluminação e outros elementos podem alterar o valor.

Mudanças sem traumas

“Não haverá trauma algum para a Praça do Japão com o funcionamento da primeira etapa do Ligeirão Norte-Sul”, afirmou Greca durante visita à praça acompanhado por Ricardo. Apesar disso, as mudanças têm sido recebidas com desconfiança pelos moradores da região.

Esta será a segunda obra pública de Tomie a ser implantada em Curitiba. Outra escultura, com 11 metros de altura, está instalada no Museu Municipal de Arte (MuMA) – Portão Cultural. A obra foi criada especialmente para Curitiba em 1996 para celebrar o centenário de amizade Brasil-Japão.

Via: Tribuna do Paraná