Ao Vivo

População deve evitar consumo de água de rio no litoral atingido por vazamento de carga tóxica

15/02/2021 às 08:00.

Placa mostra área que foi atingida pelo tombamento de caminhão. Foto: Reprodução/Defesa Civil.

A Defesa Civil do Paraná informou neste sábado (13) que a água do Rio São João não deve ser utilizada para banho, pesca e consumo. O rio abrange os municípios de Guaratuba, no litoral do Paraná, e Garuva, em Santa Catarina. A recomendação ocorre devido a um vazamento de um produto tóxico após o tombamento de um caminhão carregado de dicloreto de paraquate, um herbicida extremamente tóxico. O acidente interditou por quase cinco horas a BR-376 e causou um grande congestionamento.

A recomendação é válida até que as equipes de emergência concluam a avaliação da extensão do vazamento do produto perigoso.  A equipe de Meio Ambiente da Arteris Sul, concessionária do trecho estão em contato com a Defesa Civil de Guaratuba para dar apoio na mobilização de emergência e comunicação na orientação à população.

O Rio São João é considerado importante aos moradores da região que o utilizam como subsistência tanto para pesca como ao turismo. Nos últimos dois anos, acidentes envolvendo produtos perigosos já interditaram a água do rio. Em 2018, a água foi contaminada por diesel e Osmose 33, inseticida altamente corrosivo, usado exclusivamente para preservação de madeira. O local chegou a ficar interditado por quase um ano.

Acidente ocorreu neste sábado (13) e a pista chegou a ficar interditada por cinco horas. Foto: Reprodução.

Via: Tribuna Do Paraná