#16 – 50 tons de violeta

18/04/2018 às 10:46. Tags: . Comente esta notícia!

Você sabia que hoje, 15 brasileiras serão mortas por seus companheiros? A história de hoje fala um pouco sobre essa violência sem fim.

Quando as algemas foram colocadas em seus pulsos, Ana quase esboçou um sorriso. E embora amedrontada, manteve a cabeça erguida, mesmo quando os policiais a jogaram na viatura.

Enquanto isso, entre palavrões e gritos de dor, Cristiano era trazido aqui para o pronto-socorro após ter levado a maior surra de sua vida. Vermelho, violeta, lilás, roxo… o sujeito estava com tantos hematomas, equimoses e escoriações, que mais parecia ter sido atropelado por um ônibus.

Na verdade, o que passara por cima de Cristiano, sem dó tampouco piedade, tinha sido uma palavrinha traiçoeira, de apenas oito letras.

Vingança.

E ao contrário do que tanto se propaga por aí, Ana agora sabia que pouco importava se a vingança fosse servida fria, morna ou aquecida no micro-ondas. Vingança era um prato saboroso de qualquer jeito.

Poucos sabiam, mas por trás daquela imagem de bom companheiro, gentil e prestativo, Cristiano escondia uma personalidade sombria, opressora em ciúmes e sentimentos de posse, sempre fermentados pelo excesso de álcool.

À beira de um colapso por tantos anos apanhando sem sequer saber o porquê, naquela noite Ana pirou ao ver Cristiano sentando a mão na filha mais nova do casal, de apenas seis meses.

Acabava naquele exato instante qualquer tipo de afeto por ele.

Sem pressa, articulou seu plano enquanto remoia toda a humilhação já praticada por aquele homem. Por fim, quando o sono alcoólico chegou, Cristiano nem percebeu quando foi amarrado à cama. Acredito que ele só tenha acordado de fato, quando Ana passou a golpeá-lo sistematicamente com uma barra de ferro. Por sorte – ou azar – os vizinhos ouviram os berros e avisaram a polícia, algo que nunca acontecia quando ela era a vítima.

Apesar de tantos ferimentos, Cristiano logo voltaria são e salvo para casa.

E esperaria ansioso o regresso de Ana.

Pois é, a vingança é mesmo um prato cheio.

 

Até quando a violência vai gerar mais violência?

Pense nisso, se cuida e até a próxima.

#16 – 50 tons de violeta
Duração:
|
Tamanho: 2.55 MB