Perfume: onde (e como) aplicar, qual a validade e onde armazenar?

14/11/2018 às 09:13. Comente esta notícia!

Se você não vive sem o seu cheirinho preferido, mas ainda tem algumas dúvidas sobre fragrâncias (que incluem formas de aplicação, armazamento e validade), atenta! Wellington Santiago, PR da Prestige Cosméticos, e Renata Abelin, expert em perfumes e tendências da Drom Fragrances, que tiram todas as dúvidas sobre o universo da perfumagem. Spoiler: sabia que a melhor forma de preservar o seu perfume é guardando-o na GELADEIRA? Aos detalhes:

Qual lugar do corpo adere mais o cheiro do perfume?

Partes do corpo com grande circulação de sangue, e naturalmente mais quentes, que são ideais para aplicação, como por exemplo: pulsos, pescoço, dobras dos braços e das pernas e nas parte interna da coxa. “Cabelo e roupa também garantem um prolongamento da fragrância por mais horas”, complementa Wellington. Outro ponto interessante é a nuca. “Acho bem interessante, pois quando você comprimenta uma pessoa, ela tem a chance de sentir o seu cheiro de maneira discreta”, explica Renata.

 

Qual a validade média de um perfume?

“Em média 2 anos, mas depende do teste de estabilidade de cada perfume, como ele foi armazenado… Ambiente sem luz e fresco prologam a vida de um perfume”, conta Renata. Dica: guardar em geladeira preserva muito o seu perfume.

 

A diferença entre colônia, eau de parfum e toilette é…

É determinada pela concentração de óleo essenciais ou ingredientes puros. Numa fragrância eau de parfum, a concentração de óleos essenciais varia entre 15% e 25%, numa eau de toilette está concentração vai de de 8% a 12% e numa colônia a concentração fica entre 3% e 5%. “A qualidade da matéria prima utilizada na produção de um perfume é o fator principal que irá garantir uma boa fixação na pele. Os óleos essências são os elementos mais caros na produção de um perfume”, finaliza Wellington.

Perfumes (Foto: Rafael Evangelista/Arquivo Glamour)
Existe uma fragrância ideal para o dia e para a noite?

Não! Isso varia de acordo com a personalidade de cada um. “Mas, é claro que notas mais frescas e florais combinam mais com o dia. Vale tudo, o que não vale é atrapalhar o nariz do outro, rs. Por exemplo, entrar num avião com um perfume superforte acaba sendo deselegante”, brinca Renata. “Uma regra básica seria eau de parfum para noite e ocasiões mais especiais e eau de toilette durante o dia e para ocasiões menos formais”, completa Wellington.

Para o perfume durar na pele, você precisa de…

Pele super hidratada! Ela vai segurar mais o perfume, porque a oleosidade retém as moléculas (principalmente as mais pesadas ou seja do “fundo” do perfume) e evita que elas evaporem. “Procure perfumes que tenham uma concentração maior de fragrância como os Eau de Parfum”, conta Renata. E as notas do perfume também dizem muito sobre essa fixação. “Não espere que uma fragrância cítrica dure o dia todo, pois os cítricos são supervoláteis e desaparecem rapidamente. estruturas orientais, florientais com aquele fundo de baunilha provavelmente durem o dia inteiro”, explica Renata.

Misturar seus perfumes preferidos é a nova onda do universo da perfumagem!

É o chamado Layering ou perfume em camadas. “Vem da ideia da personalização da fragrância, para cada um ter mais exclusividade no seu “cheiro”.  Não tem regra, é experimentar e ver se te agrada. Mas a dica é misturar um perfume que a nota de fundo te agrada com um perfume o qual a saída de agrada”, conta Renata. Dica básica: espalhe a nota ou perfume que acha mais pesado antes do mais leve! “Uma fragrância floral combina com uma cítrica por exemplo, visto que são elementos naturais muito próximos. No caso dos cítricos, esta combinação é mais do que bem-vinda como a flor de laranjeira. Outra combinação harmoniosa é a de fragrâncias amadeiradas com fragrâncias especiadas que utilizam especiarias na sua composição”, conta Wellington.