Passageiros deixam pai desembarcar primeiro para não perder conexão e chegar a tempo em apresentação das filhas

18/02/2020 às 09:32.

Passageiros em avião (Foto: Pexels)

Quem viaja de avião sabe que as pessoas são um tanto egoísta na hora de sair e que mal a aeronave toca o solo e já se forma aquela enorme fila no corredor para desembarcar. Mas, no voo da American Airlines, de Nashville para Charlotte (EUA), a história foi bem diferente.

Um passageiro informou que estava bastante atrasado para a apresentação de dança das filhas, gêmeas, precisava desembarcar correndo para pegar um outro voo e chegar a tempo de ver a apresentação das filhas gêmeas.

Comovida com a história, a aeromoça explicou a situação no sistema de som da cabine e pediu para que as pessoas aguardassem sentadas para o pai conseguir sair, devido a urgência e importância do compromisso.

O que ela não esperava é que as pessoas não só aguardaram sentadas, como também aplaudiram o pai correndo pelo corredor estreito da aeronove. Detalhe: Ele estava na última fileira e a saída seria feita pela porta dianteira do avião.

 “Estou em um avião e o voo inteiro ficou parado para que um homem no último assento na parte de trás pudesse descer e correr para o próximo voo para tentar chegar na apresentação de dança das filhas. Todo mundo ficou sentado e ainda bateu palmas enquanto ele corria pelo corredor”, disse Jenny Hale, no Twitter.

As pessoas chegaram até a duvidar do post por acharem que  “só acreditariam vendo”, principalmente em situações de bondade como essa.

Segundo o Jornal Mirror, o post que foi amplamente compartilhado chegou até o pai, que não só atestou a veracidade da notícia, como também respondeu no post que só conseguiu por causa da solidariedade das centenas de pessoas e da comissária de bordo que teve “um bom coração”.

Pelo Twitter, ele também respondeu que conseguiu chegar 50 minutos atrasados, mas que viu as filhas dançarem. “Sim, cheguei 50 minutos atrasado, mas cheguei para a dança de Emily e Lucy. Obrigado a todos, e realmente à comissária de bordo. Atos surpreendentes de bondade estão por toda parte”, disse Mike Good.

Via: Revista Crescer