Ao Vivo

Parque Barigui pode mudar de nome em homenagem a Jaime Lerner

02/06/2021 às 06:17.

O tradicional Parque Barigui pode mudar de nome nos próximos meses. A Câmara Municipal de Curitiba (CMC) aprovou, nesta segunda-feira (31), a indicação para que o local venha a se chamar Parque Jaime Lerner, uma homenagem ao ex-prefeito da capital e ex-governador do Paraná, falecido no último dia 27 de maio, aos 83 anos. A mudança dependeria da prefeitura, que ainda não recebeu a sugestão dos vereadores.

O vereador Alexandre Leprevost (SD), autor da proposta, acredita que a cidade precisa valorizar o legado deixado pelo arquiteto e urbanista, responsável pela criação de inúmeros pontos turísticos e projetos curitibanos que levaram o nome da cidade para vários cantos do mundo. Aliás, o parque Barigui foi criado em 1972 por Lerner. “Independente se será o Parque Barigui, a Ópera de Arame ou o Jardim Botânico, a intenção é reforçar para que exista uma homenagem justa. Pensamos em ruas para propor, mas sabemos que quando a gente altera nome de ruas, principalmente, ruas grandes, trazemos transtornos para moradores e comerciantes. O parque Barigui está à altura do ex-governador”, reforçou o vereador

Outro vereador que aprovou a mudança de nome do parque foi Tito Zeglin (PDT). De acordo com o decano da CMC, amigos do próprio Jaime Lerner teriam proposto a mudança para ele. “Há quatro ou cinco meses essa mesma ideia já havia sido dada por amigos do ex-prefeito para homenageá-lo ainda vivo, colocando seu nome no Parque Barigui, mas o próprio Jaime Lerner foi da opinião de que não poderia ser feita esta homenagem a ele ainda em vida”, comentou Zeglin.

Não é projeto, é sugestão!

As indicações aprovadas na Câmara não são um projeto de lei, mas uma sugestão para a prefeitura. A partir dessa aprovação, cabe ao prefeito Rafael Greca aprovar ou não a mudança de nome. Vale reforçar que o pedido dos vereadores se tratou de uma votação simbólica, não há relação nominal de quem apoiou ou foi contra a medida.

E aí, prefeitura?

Tribuna do Paraná procurou a prefeitura de Curitiba, que informou que o pedido da Câmara Municipal ainda não havia chego na casa e que não tem prazo para definir se altera o nome do parque ou não. A mudança não é algo simples de ocorrer, pois depende de alguns estudos até ser aprovado pelo prefeito.

Parque Barigui

Criado em 1972, o Parque Barigui é um dos primeiros parques da cidade e ponto de encontro nos fins de semana (antes da pandemia de covid-19 assolar a sociedade). Na área ambiental, o Parque Barigui, um dos cartões-postais da cidade e foi criado com o objetivo de conter enchentes. Possui uma área de 1.400.000 m² e abriga uma grande área verde com um grande lago, de 400 mil metros quadrados, uma longa pista de caminhada e algumas capivaras pelo vasto gramado, um dos símbolos de Curitiba. Até um jacaré já chegou a ter o parque como casa antigamente.

O Parque Barigui, assim como o parque Tanguá, também serve para proteger o leito do Rio Barigui e sua mata ciliar. Neste caso, o rio também é o responsável pelo nome do parque, que tem origem indígena e significa “rio do fruto espinhoso”, no caso a pinha da Araucária. O local é tão conhecido e tradicional que curitibanos costumam dizer: “Se Curitiba não tem praia, tem o parque Barigui”.

Via: Tribuna do Paraná