Ao Vivo

Paraná receberá um total de 167 mil doses das vacinas Coronavac e de Oxford

24/02/2021 às 08:17.

Paraná receberá mais 167 mil doses de vacinas contra covid-19. Foto: Átila Alberti/Tribuna do Paraná.

O Paraná confirmou, na manhã desta quarta-feira, o recebimento de mais 167,3 mil doses de vacinas contra o novo coronavírus. Serão 102,5 mil da Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca e a Fiocruz e 64,8 mil da Covonavac, desenvolvida pela Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. O Ministério da Saúde, porém, ainda confirmou a data da entrega.

Segundo o governo, as doses da AstraZeneca/Fiocruz fazem parte da remessa de 2 milhões da Índia que chegou ao Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz). Elas passaram por conferência de temperatura e integridade e receberam etiquetas com informações em português, além do protocolo de controle de qualidade do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) da Fiocruz.

As 64,8 mil doses da CovonaVac fazem parte de um lote de 1,2 milhão entregue pelo Instituto Butantan nesta terça-feira (23) ao Ministério da Saúde. Até o próximo domingo (28) há expectativa de fornecimento de 3,9 milhões de doses ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), para compartilhamento com os estados. Esses imunizantes já estão sendo feitos a partir do IFA enviado pelo laboratório chinês.

Mais 8 milhões de doses estão previstas pelo acordo da Fiocruz com a AstraZeneca e o Instituto Serum (Índia), mas ainda não há data prevista para o recebimento. Em janeiro, a Fiocruz já havia recebido 2 milhões de doses da vacina.

Meio milhão de doses

Até o momento, o Paraná recebeu 538,9 mil doses de vacinas contra o novo coronavírus. Da Coronavac/Instituto Butantan foram 265,6 mil no 1º lote, 39,6 mil no 2º lote e 147,2 mil no 3º lote, além de mais 86,5 mil doses da Universidade de Oxford/AstraZeneca/Fiocruz.

Com estas novas remessas, serão 706,2 mil doses entregues ao Paraná desde o começo da imunização, sendo que um total de 286.837 paranaenses já foram vacinadas.

Para quem vão estas doses?

Segundo o governo, as novas doses continuarão a ser aplicadas nos públicos prioritários, de acordo com o Plano Estadual de Vacinação contra a covid-19. Portanto, continuarão a ser imunizados profissionais da saúde que atuam na linha de frente de atendimento aos doentes e idosos com mais de 80 anos.

Via: Tribuna Do Paraná