Ao Vivo

“Paraíso” da criançada, Hot Zone encerra suas atividades em Curitiba

17/11/2020 às 08:06.

Divulgação

O Hot Zone, espaço dedicado a diversão para crianças e adultos fechou no ParkShopping Barigui, em Curitiba. Com 150 atrações entre brinquedos tradicionais e modernos, a área de 1.500 metros quadrados não está mais a disposição do público desde o dia 3 de novembro. O anúncio oficial foi divulgado, inclusive, nas páginas da Tribuna do Paraná.

O parque de diversão indoor surgiu na capital paranaense em 2003, e trouxe para os fãs vários jogos que relembravam a infância como PacMan, autoramas, pinball, fliperamas, carrinho bate-bate, carrossel e outras atrações. Além disto, o espaço contava com simuladores e máquinas de última geração, que deixavam o frequentador abismado com tanta tecnologia a apenas um toque de distância.

A decoração do espaço também atraia com pinturas de monstros na parede e um som que deixava qualquer um dentro de um filme de aventura. O HotZone possibilitou aos curitibanos uma novidade. Para ter a chance de brincar, a pessoa precisava carregar um cartão com créditos ao invés de colocar na máquina uma ficha.

A partir desta ideia, outros parques de diversão adotaram este sistema, pois proporcionava mais segurança ao usuário e também ao responsável que começou a receber pagamentos via operadores de crédito. O passaporte para a alegria estava lançado. Além disso, era possível ganhar cupons e trocar por brindes.

Em 2020, com a pandemia do novo coronavírus, o funcionamento foi bem afetado. No dia 26 de março, o shopping fechou e o retorno do Hot Zone aconteceu somente no dia 12 de setembro. Medidas sanitárias foram aplicadas para ter o retorno do público, mas a procura não atendeu as expectativas dos responsáveis pela atração. Uma das modalidades que faziam sucesso era a possibilidade de fazer uma festa de aniversário no Hot Zone.

A reportagem procurou o Hot Zone e até o momento não recebeu resposta sobre o motivo do fechamento no shopping curitibano. No local em que esteve localizado, funcionários já começaram a retirada dos brinquedos. Além de Curitiba, outros parques estão espalhados por oito cidades do Brasil. Belo Horizonte, Brasília, Jundiaí, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Ribeirão Preto, São Paulo e São Caetano do Sul. A direção do shopping também não respondeu a reportagem.

Via: Tribuna Do Paraná