Ao Vivo

Pandemia força tradicional restaurante de Santa Felicidade a “baixar as portas”

05/11/2020 às 08:26.

Castello Trevizzo encerra as atividades por enquanto. Foto: Reprodução

Um dos mais tradicionais restaurantes do “circuito italiano” do bairro gastronômico Santa Felicidade, em Curitiba, o Castello Trevizzo anunciou a suspensão de suas atividades a partir desta quinta-feira (5). Em postagem realizada em uma de suas redes sociais, os administradores do estabelecimento lamentaram a tomada da decisão que interrompeu uma história de 29 anos.

“Prezados amigos clientes e fornecedores. Visando conter a transmissão e disseminação da covid-19, decretos estaduais e municipais determinaram a paralização do setor de eventos em Curitiba. O Restaurante Castello Trevizzo foi afetado ficando impossibilitado de realizar sua atividade principal”, diz o texto.

“Foram meses em que procuramos nos reinventar e encontrar alterativas para manter a empresa em atividade. Após muito deliberarmos, decidimos suspender temporariamente nossas atividades, tais como eventos, almoços de domingo e atendimento na modalidade delivery. Tal medida está sendo realizada com toda responsabilidade e ética, cumprindo todos os compromissos e obrigações”, frisa, o texto, deixando no ar a possibilidade de um retorno em outra oportunidade.⠀

Nos comentários, o “luto” dos clientes foi grande. “Que triste! Tantos anos de luta diária para manter uma empresa tradicional como o Castelo de Treviso. Sabemos que isso vai passar. Que seja o mais rápido possível, são muitos anos de dedicação”, disse Marilene Foggiato. “Que triste uma empresa com tantos anos ter que tomar um posição de fechar. Dói muito. Que seja mesmo um até logo”, afirmou Lore Osternack. Meu Deus. Muito triste. Comemorei muitas conquistas no Trevizzo. O que será dos profissionais de eventos?”, escreveu Vanessa Bizinelli.

Por fim, os representantes da empresa afirmaram: “Agradecemos imensamente a todos que fizeram parte de nossa história ao longo de mais de 29 anos! Não estamos dizendo Adeus, apenas ‘Até logo’!”.

Via: Tribuna Do Paraná