Ao Vivo

Pandemia altera celebrações de Natal nas igrejas de Curitiba; Veja como será!

07/12/2020 às 08:25.

Missa do Galo no Santuário Nossa Senhora de Guadalupe em 2019.| Foto: Divulgação

Principal celebração dos cristãos, o Natal é marcado tradicionalmente por eventos que unem os fiéis durante dezembro para celebrar o nascimento de Cristo. Em 2020, porém, as festividades serão diferentes. Com a pandemia do coronavírus, as igrejas foram obrigadas a mudar as celebrações, restringido a quantidade de participantes, adotando medidas sanitárias e levando uma parte das atividades para a internet.

No Paraná, começa a valer na próxima segunda-feira (7) a resolução determinando que as celebrações de cultos religiosos devem obedecer à limitação de 30% de ocupação dos espaços, com afastamento mínimo de 2 metros entre as pessoas. A medida é válida por 15 dias, podendo ser prorrogada conforme os números da Covid-19 no estado. Portanto, é possível que as tradicionais missas do Galo, celebradas no dia 24 de dezembro e que costumam lotar as igrejas, venham a ser afetadas pela resolução.

Apesar das restrições, algumas dessas celebrações estão mantidas em Curitiba. É o caso da Missa do Galo na Capela Nossa Senhora da Glória, que é celebrada em latim, conta com coral de canto gregoriano e terá ainda a apresentação da Anunciação do Anjo Gabriel a Maria. Outra celebração que atrai um grande número de fiéis é a Missa do Galo do Santuário Nossa Senhora de Guadalupe, celebrada pelo padre Reginaldo Manzotti.

Devido à pandemia, a participação nas missas no santuário tem sido permitida somente com inscrição antecipada, sendo vetados idosos maiores de 60 anos, menores de 12 anos, pessoas do grupo de risco e com sintomas de gripe. A Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) recomenda que idosos e pessoas com mais vulnerabilidades acompanhem as missas de casa, pela internet ou meios de comunicação.

Novenas devem reunir grupos com menos pessoas

Na comunidade católica, o período é marcado pelas novenas de Natal, em que grupos se reúnem nas residências para rezar, celebrar a fé e se preparar para a data principal. Em razão da pandemia, a CNBB recomenda às comunidades que aumentem os grupos de novena, de forma que participem menos pessoas em cada um. Além dos cuidados básicos, como uso de máscara, álcool em gel e distanciamento, recomenda-se que os encontros aconteçam em ambiente externo ou bem arejado. E que não haja confraternização ao final de cada encontro, apenas no último dia.

Grandes eventos têm mudanças

Um dos eventos afetados pela pandemia em Curitiba é o Natal Solidário, realizado há 17 anos pela Associação Evangelizar. Comandado pelo padre Reginaldo Manzotti, o evento costuma reunir milhares de pessoas para assistir a espetáculos de artistas famosos e uma celebração religiosa. Neste ano, as apresentações serão virtuais. Elas acontecem no próximo dia 19, às 19 horas, no Santuário Nossa Senhora de Guadalupe, e serão transmitidas pelo YouTube e pela TV Evangelizar.

Outro evento tradicional na cidade é o Nataleluia, promovido há 25 anos pela Primeira Igreja Batista de Curitiba. Trata-se de um grande espetáculo que une teatro, música e tecnologia para relembrar o nascimento de Cristo com histórias contemporâneas. Neste ano, o espetáculo “Um Olhar Para o Céu” vai acontecer nos dias 21, 22, 23 e 25 na PIB Curitiba, mas com público reduzido.

Atendendo à determinação de ocupar no máximo 30% dos lugares, o limite será de 1.044 espectadores por apresentação. Eles deverão preencher um cadastro no site do Nataleluia e obter um voucher, que dará acesso ao local. A entrada é gratuita, mas é necessário levar um alimento, conforme o dia escolhido. Os alimentos arrecadados serão distribuídos a famílias carentes.

Via: Tribuna Do Paraná