Pais fazem surpresa e levam faixa inusitada para colação de grau da filha

23/02/2018 às 08:38.

A recém-formada garante que foi uma brincadeira da família.

Família fez uma surpresa para a recém-formada (Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal)

Família fez uma surpresa para a recém-formada (Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal)

Uma surpresa chamou a atenção da recém-formada em jornalismo Karla Gomes Mendes, de 22 anos, durante a solenidade de colação de grau na noite de terça-feira (20). Os pais dela, juntamente com o resto da família, foram prestigiar o momento e levaram uma faixa nada convencional que dizia: “Karla, não era o que nós queríamos, mas formou. Seus pais”.

De acordo com Karla, tudo não passou de uma brincadeira dos pais, que tiveram a ideia após verem mensagens semelhantes na internet.

“Tudo foi uma brincadeira. A gente já tinha visto na internet placas como ‘Fofoqueira boa, é fofoqueira formada’, coisas que eram na brincadeira mesmo, eles foram na intenção de brincar. Não queria que dizer que eles não queriam [que me formasse em Jornalismo]. Foi surpresa. Eles estavam, planejando”, afirmou.

Ainda segundo a recém-formada, os pais guardaram a surpresa para o momento em que ela foi receber o diploma.

“Eles se reuniram, toda a minha família, umas quinze pessoas, foram para a colação e esconderam as placas embaixo dos bancos, para que eu não visse. Antes de entrar pra pegar o diploma, a minha mãe falou: – olha pra arquibancada que a gente vai gritar teu nome. Quando olhei, eles estavam com diversas placas, cada placa tinha uma frase diferente. Eles estavam planejando para ser uma surpresa mesmo e foi inesperado”, contou.

Apesar da brincadeira, Karla garante que os pais sempre a apoiaram em sua decisão de cursar Jornalismo e ficaram contentes pela conquista.

“Eles sempre me apoiaram e me deixaram livre para escolher o curso que eu quisesse. Sempre foi uma vontade minha, de escolher tanto a faculdade, quanto o curso que eu me identificasse, sempre me deixaram livres para isso, mas a minha família é acostumada a fazer coisas inesperadas e engraçadas, dessa vez eles resolveram usar a placa”, mencionou.

A jovem acrescentou ainda que escolheu a profissão por ser algo com que se identificava e que passou a gostar depois de fazer alguns estágios na área.

“Não tinha outro curso com que eu me identificasse mais. Eu fiz testes vocacionais, falei com amigos diferentes e acabou que esse foi o curso que eu mais me identifiquei e escolhi seguir. No meio do processo fiz alguns estágios e fui me identificando na área e resolvi ficar e me formar”, explicou.

Agora formada, Karla tem planos de aprender cada vez mais com a área. “Eu não poderia ter me formado de uma forma melhor, tendo um emprego que eu gosto, na área que eu gosto e todos os dias procuro fazer coisas novas e aprender coisas novas, que é a oportunidade que o emprego dá pra gente, conhecer coisas novas todos os dias. Planejo um futuro caminhando devagar, subindo cada degrau, aos poucos. Estou muito satisfeita com que estou fazendo. Estou formada. Estou feliz”, disse.

Orgulho

A mãe de Karla, a empresária Rosa Desidério, conta que no início, ela e o esposo, queriam que a filha fizesse contabilidade, mas ela acabou optando por jornalismo.

“Eu e o meu esposo queríamos muito [que a filha fizesse contabilidade], porque temos uma empresa e a gente queria que ela trabalhasse com a gente, mas aí ela não quis, bateu o pé mesmo, e fez jornalismo e a gente apoiou”, afirmou a mãe.

Para a empresária, a formação da filha é motivo de orgulho para a família. “Eu mesma sempre gostei de estudar e fiz isso pelas minha filhas. Sempre forcei, sempre fiz de tudo pra levar ao colégio, sempre incentivei. Ela, graças a Deus, pegou isso no sangue, gostar de estudar, dar o melhor de si. Estou muito, muito, orgulhosa. Muito orgulho a minha filha me deu mesmo, por essa capacidade que ela teve, de ser criativa. Estou muito orgulhosa mesmo. E meu marido mais ainda”, revelou a mãe, emocionada.

Via: G1