Ao Vivo

Pai larga emprego e aprende sozinho a construir prótese de braço para o filho

26/07/2017 às 10:51.

Ele estava insatisfeito com as próteses oferecidas pelo mercado, que só serviam para crianças mais velhas e eram antiquadas

O filho de Ben Ryan, Sol, nasceu em março de 2015 e, com apenas dez dias de vida, precisou ter o braço esquerdo amputado devido a um coágulo. O pai não teve dúvidas: largou o emprego de professor de psicologia, começou a aprender biotecnologia de forma autodidata e fez com as próprias mãos um braço mecânico para o pequeno.

Ben estava insatisfeito com as opções que o mercado lhe dispunha. Próteses com tecnologia de sensores só existem para crianças de três anos ou mais e ele queria que o filho não precisasse esperar tanto. Ele achava ainda as próteses disponíveis antiquadas e de mau gosto, o que faz com que crianças pequenas não se sintam atraídas a usá-las.

Com a ajuda de vídeos do YouTube e de uma impressora 3D, Ben se enclausurou no galpão de ferramentas de sua casa e mergulhou no projeto. “Eu não vi ele durante dias”, contou ao programa de tevê Good Morning Britain a esposa, Kate. “Para ser sincera, eu achava que ele estava ficando um pouco maluco”. A família mora em Bangor, no País de Gales.

O pai já está na segunda versão da prótese e pretende melhorá-la cada vez mais. “Quando ficar pronta, ele vai poder fazer o movimento de pinça”, contou. Ben está realizando uma campanha de financiamento coletivo para custear o projeto e pretende ajudar outras crianças amputadas com seus inventos.

Assista a um programa em que o caso de Sol e Ben é apresentado:

Com informações de Telegraph.

Via: Sempre Família