Ao Vivo

Nasa encontra em Júpiter flashes de luz em forma de “duendes”

04/11/2020 às 08:46.

Flashes de luzes Júpiter – Foto: NASA/JPL

Cientistas da NASA identificaram um fenômeno na atmosfera de Jupiter:  são estranhos flashes de luz a forma de “duendes” ou “elfos”.

“Elfos e duendes em Júpiter? Não são essas criaturas míticas, mas sim breves flashes de luz na atmosfera superior do [planeta] gigante gasoso. Os dados de nossa #JunoMission indicam que esses eventos luminosos transitórios podem acontecer bem acima da camada de nuvem de água de Júpiter”, diz a publicação da Nasa no Twitter. (veja abaixo)

É a primeira vez que o chamado “evento luminoso transiente” (TLE, em inglês), é observado em outro planeta além da Terra.

O estudo foi publicado no Journal of Geophysical Research: Planets.

Em comunicado, os cientistas da agência espacial norte-americana explicam que estes flashes de luz, são fenômenos “brilhantes, imprevisíveis e extremamente breves”, duram o equivalente a um piscar de olhos.

Como

Embora já existissem teorias sobre a presença dos flashes em Júpiter, somente agora foi possível confirmar essa hipótese, graças a um equipamento chamado espectrógrafo ultravioleta. Ele está acoplado à sonda Juno, que orbita o planeta gasoso desde 2016.

A principal autora do estudo, Rohini Giles, comentou que o equipamento foi originalmente projetado para registrar a aurora do planeta, mas nas imagens observadas pela equipe, foi capturado um flash brilhante de luz ultravioleta “no canto onde não deveria estar”.

“Quanto mais nossa equipe examinava as imagens, mais percebíamos que Juno poderia ter detectado um TLE em Júpiter”, afirmou.

Os flashes

De acordo com Rohini Giles, na Terra, esses flashes acontecem cerca de 100 km acima das tempestades e possuem um tom avermelhado, em razão da presença de nitrogênio na atmosfera.

Já em Júpiter, que possui uma alta concentração de hidrogênio no ar, as luzes provavelmente se aproximam das cores azul ou rosa.

“Na Terra, os ‘duendes’ e ‘elfos’ aparecem em tons avermelhados devido à sua interação com o nitrogénio na alta atmosfera, mas em Júpiter, a alta atmosfera é composta principalmente por hidrogênio e, por isso, é provável que apareçam em azul ou rosa”.

“Agora que sabemos o que estamos procurando, será mais fácil encontrá-los [os flashes] em Júpiter e em outros planetas”, afirmou Giles.

A pesquisadora diz que a descoberta vai auxiliar em pesquisas sobre a atividade elétrica nas atmosferas planetárias.

Flash de luz em Júpiter - Foto: NASA/JPL
Flash de luz em Júpiter – Foto: NASA/JPL
Jupiter - Foto: Nasa
Jupiter – Foto: Nasa

Com informações da Nasa